Por sarah.borborema
Duda Amorim foi eleita melhor jogadora do mundo em 2014Divulgação/CBHb

Noruega - A Olimpíada já começou para o handebol brasileiro. É assim que as meninas encaram o Torneio Quatro Nações, disputado na Noruega, a partir desta quinta-feira, contra as donas da casa, Alemanha e Espanha. Para a armadora Duda Amorim, eleita melhor jogadora da modalidade em 2014, o caminho para a medalha de ouro olímpica é conhecer bem as adversárias.

"A Olimpíada já começou para gente. É importante a Seleção estar reunida, mantendo uma rotina de treino e jogos, ainda mais contra equipes que são consideradas favoritas a medalhas no Rio. Jogar contra seleções do alto nível é sempre um aprendizado para gente e nos ajuda a manter o nível que nos levou ao título mundial. E é esse nível que queremos apresentar nos Jogos", destacou.

A armadora, que fez parte da equipe campeã mundial em 2013, sabe que as brasileiras terão um difícil caminho pela frente. Duda reconheceu o potencial das adversárias e exaltou a qualidade técnica dos amistosos que serão disputados.

“Os quatro times são do alto escalão do handebol e sem dúvida as partidas serão de muita intensidade e qualidade técnica. E isso é ótimo para nós, tanto para medirmos o nosso nível de jogo e das adversárias, como para corrigirmos erros e aprimorarmos acertos. Muitas das melhores atletas do mundo estarão em quadra nesses próximos dias", finalizou.

O Brasil estreia na competição nesta quinta-feira, às 16h45 (horário de Brasília), contra a Espanha. No sábado, o duelo será contra as donas da casa. Um dia depois, a Seleção encara a Alemanha.

Torneio Quatro Nações

Quinta-feira – 14h30 (horário de Brasília) – Noruega x Alemanha
Quinta-feira – 16h45 (horário de Brasília) – Espanha x Brasil

Sábado – 11h45 (horário de Brasília) – Alemanha x Espanha
Sábado – 14h (horário de Brasília) – Noruega x Brasil

Domingo – 11h45 (horário de Brasília) – Brasil x Alemanha
Domingo – 14h (horário de Brasília) – Noruega x Espanha

Você pode gostar