Por pedro.logato

Rio - Tanto buraco nas ruas e tanto transtorno para os cariocas vão valer a pena. Previsto para ser inaugurado no dia 5 de julho, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) vai facilitar a vida de quem transita pelo Centro do Rio, ligando a região à Zona Portuária. São 28 quilômetros e 32 paradas. O projeto fortalece o conceito de transporte público integrado ao conectar metrô, trens, barcas, teleférico, BRTs, redes de ônibus convencionais e o Aeroporto Santos Dumont.

Previsto para funcionar 24 horas por dia, nos sete dias da semana, o sistema terá capacidade de transportar 300 mil passageiros por dia.

A distância média entre as paradas será de 400 metros. Cada composição comporta 420 passageiros, e o tempo de espera entre um trem e outro vai variar de 3 a 15 minutos. Os trens não têm fios superiores em rede aérea e são alimentados por duas fontes de energia: um terceiro trilho energizado e supercapacitores.

O VLT já está em fase de testes nos trilhos que cruzam a Zona Portuária do Rio de JaneiroSandro Vox / Agência O Dia

O projeto prevê a entrega e operação de 32 trens de 3,82 metros de altura, 44 metros de comprimento por 2,65 metros de largura. Os trens serão bidirecionais e compostos, cada um, por sete módulos articulados. Cada VLT é equipado com oito portas por lateral.

A previsão é que o sistema esteja em operação plena até o fim do ano. O custo para a implementação deste novo meio de transporte é de aproximadamente R$ 1,157 bilhão, sendo R$ 532 milhões com recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade, e R$ 625 milhões viabilizados por meio de uma parceria público-privada (PPP) da Prefeitura do Rio.

LINHA 4 DO METRÔ E BRT

Também este ano, será inaugurada a Linha 4 do metrô — entre Ipanema e Barra da Tijuca —, com o início das operações em cinco das seis estações previstas. O terminal da Gávea será concluído no ano que vem.

Outra obra voltada para os Jogos é a Transolímpica, entre a Barra e Deodoro, dois dos principais locais de competições esportivas. A nova via expressa será a primeira do Rio de Janeiro com um corredor exclusivo para BRT. Com investimento de R$ 2,2 bilhões, as obras deverão estar concluídas antes da abertura dos Jogos Olímpicos. A previsão é transportar 400 mil passageiros por dia, ao longo de 26 quilômetros divididos em 18 estações e três grandes terminais.

NOVO PORTO

Demolição do Elevado da Perimetral (4,8 km)

4,8 km de túneis

Reurbanização de 70 km de vias e 650.000 m² de calçadas

Implementação e reconstrução de 700 km de redes de infraestrutura urbana: Sistemas de água, saneamento, drenagem, energia, gás natural, iluminação pública e telecomunicações

Substituição do conjunto Avenida Rodrigues Alves e Elevado da Perimetral pelas novas vias Expressa e Binário do Porto

Implantação de 17 km de ciclovias

Você pode gostar