Paixão pelo tênis de mesa deu origem a noivado de atleta da seleção brasileira

Jessica e Cazuo construíram relação através do esporte

Por O Dia

Rio - Quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração. A frase eternizada na música ‘Eduardo e Mônica’, do grupo Legião Urbana, define um pouco a vida dos mesa-tenistas Cazuo Matsumoto e Jessica Yamada. Os dois se conheceram há 15 anos e viveram no mesmo meio por muito tempo. E, de repente, veio uma vontade de se ver fora do esporte. Hoje, os dois namoram há quatro anos e estão noivos. Jéssica é uma das grandes responsáveis por Cazuo viver uma das melhores fases da carreira e pela primeira vez ser titular da seleção brasileira de tênis de mesa em uma Olimpíada.

Cazuo e Jessica construíram amor através do esportearquivo pessoal

“Depois que começamos a namorar, consegui bons resultados. Ela me deu a tranquilidade e a confiança que eu precisava”, disse Cazuo, que melhorou seu jogo — e foco — e é só felicidade no pessoal e no profissional: “Como atleta, estou realizando meu sonho de disputar a Olimpíada. Fora do esporte achei a pessoa com quem eu quero passar o resto da minha vida.”

JUNTOS NA POLÔNIA

LEIA MAIS: Notícias, programação e quadro de medalhas da Olimpíada do Rio

Jessica ficou perto de fazer companhia ao amado na Vila Olímpica. Ela estava entre as reservas da seleção feminina, comandada por Hugo Hoyama, ex-companheiro de seleção de Cazuo, mas foi preterida por Bruna Takahashi e não virá ao Rio. Mas logo estarão juntos, já que ambos atuam por times poloneses.

Cazuo integra a seleção brasileira arquivo pessoal

Jessica não economiza adjetivos para seu amor e até minimiza a importância para a evolução do mesa-tenista. “O Cazuo representa o meu futuro. Sei que vamos cuidar um do outro e construir uma família e muitas coisas juntos. O que mais gosto no jogo dele é a criatividade, sempre surpreendendo o adversário. Não conheço nenhum jogador como ele”, elogiou.

Últimas de _legado_Olimpíada