Por sarah.borborema

Rio - No meio das gigantes do vôlei, a ponteira Gabi fica com o rótulo de 'baixinha'. Com 1,80m de altura, a brasileira se prepara para enfrentar os bloqueios adversários como muita coragem. A mais nova componente da equipe de Zé Roberto, com 22 anos, avalia que os desafios a motivam ainda mais para fazer bonito nos Jogos Olímpicos do Rio e se vê preparada para a missão.

Gabi é a mais jovem integrante da seleção brasileiraCBV / Divulgação

"Eu não tenho medo não. Quanto mais mãos eu tiver na minha frente, mais tenho campo para trabalhar, para explorar o bloqueio adversário", disse.

O técnico Zé Roberto aposta na 'baixinha' para buscar da medalha de ouro no Rio e destaca que Gabi tem suas armas: "A Gabi tem uma impulsão e uma velocidade incríveis. Além de visão de quadra, somada à facilidade que tem de trabalhar com o punho, para as jogadas de ataque. Com isso, ela dá volume de jogo ao grupo."

O Brasil faz sua estreia neste sábado, contra Camarões, às 15h, no Maracanãzinho.

Você pode gostar