Brasil consegue resultado histórico na esgrima e quase luta por uma medalha

Nathalie Moellhausen é a 1ª a alcançar as quartas de final

Por O Dia

Rio - O Brasil conseguiu um feito inédito na esgrima. Nathalie Moellhausen, italiana naturalizada brasileira, fez história e se tornou a primeira esgrimista a alcançar as quartas de final e por pouco não lutou por uma medalha. Ela foi derrota pela francesa Lauren Rembi por 15 a 12, neste sábado, na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico.

Nathalie Moellhausen fez história na Olimpíada do RioClayton de Souza / Estadão / NOPP

Nathalie ficou atrás a maior parte do duelo com Lauren. Ela não desistiu e deu trabalho, enconstando no placar e pressionando a rival. Porém, a francesa usou o contra-ataque e conseguiu vencer e eliminar a brasileira.

Na trajetória até as quartas de final, Nathalie venceu a norte-americana Kelley Hurley por 15 a 12. Depois, bateu a francesa Marie-Florence Candassamy também por 15 a 12.

Outras brasileiras

Rayssa Costa venceu a suíça Tiffany Geroudet por 15 a 13 na estreia, mas, depois, caiu para Sarra Besbes, da Tunísia, por 15 a 8. Já Amanda Simeão perdeu na primeira oportunidade para Marie-Florence Candassamy.

 

Últimas de _legado_Olimpíada