Por sarah.borborema

Manaus - A campanha das meninas do Brasil está deixando a torcida cada vez mais confiante no pódio. No último compromisso da equipe de Vadão, sobrou para a Suécia a goleada por 5 a 1, no Engenhão. A alegria pela vitória não foi completa porque Cristiane, uma das referências da equipe e maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos, sentiu dores e precisou ser substituída por Débora.

Com 14 gols%2C Cristiane é a maior artilheira da história dos Jogos OlímpicosKin Saito / CBF / Divulgação

A CBF publicou uma avaliação médica oficial, nesta segunda-feira, com esclarecimentos sobre a lesão de Cristiane:

"A atacante Cristiane realizou um exame de ressonância magnética e foi constatada uma pequena lesão no bíceps femural. Existe uma área inflamatória ao redor, que era esperada. A atleta ficará em tratamento fisioterápico e, em momento oportuno, o departamento médico repetirá o exame para avaliar a possibilidade de seu retorno, a tempo de prosseguir nos Jogos Olímpicos."

O Brasil entra em campo nesta terça-feira, para o último compromisso da fase de grupos dos Jogos Olímpicos do Rio. O duelo será diante da África do Sul, às 22h, na Arena Amazônia, em Manaus.

Você pode gostar