Por pedro.logato

Rio - O dia terminou com uma vitória de arrepiar. No futebol feminino, o Brasil avançou nos pênaltis e tem a goleira Bárbara como uma nova heroína. O último dia do judô reservou mais uma medalha para o Brasil. Rafael Silva, o "Baby", conseguiu a medalha de bronze no peso pesado da categoria. Apesar de não ter cumprido a meta inicial, o esporte se despede com três medalhas, sendo uma de ouro para o país no esporte olímpico. Outra luta conseguiu medalha, nesta sexta-feira. O pugilista Robson Conceição venceu o  Hurshid Tojibaev, do Uzbequistão, e garantiu vaga na semifinal do boxe. Como no esporte não há decisão do terceiro lugar, o brasileiro já ganhou no mínimo a medalha de bronze. As brasileiras Talita e Larissa seguem invictas nos Jogos Olímpicos. A dupla brasileira derrotou as alemãs Borger e Buthe e avançaram em primeiro lugar paras ass quartas de finais no vôlei de praia. Antes delas, Ágatha e Bárbara venceram e garantiram a classificação.  O handebol brasileiro voltou a fazer bonito. O Brasil se recuperou da derrota para a Espanha e venceu Angola no handebol. O dia não foi legal para Thomaz Bellucci. O brasileiro venceu o primeiro set, mas não resistiu a Rafael Nadal e acabou eliminado no tênis. O dia também marcou a perda da invencibilidade do pólo aquático masculino que foi derrotado pela Grécia. Os brasileiros, porém, já estão classificados. No vôlei de quadra mais uma vitória simples das meninas contra a Coréia do Sul.

FOTOGALERIA: Confira a sexta-feira (12) de competições

Vaga nos pênaltis

A sexta-feira terminou de maneira dramática e histórica para o Brasil. Nos pênaltis, a seleção brasileira se classificou para as semifinais no futebol feminino, após empate no tempo normal e na prorrogação com a Austrália. Marta perdeu uma penalidade, mas Bárbara defendeu duas e salvou o Brasil da eliminação na competição.

Goleira Bárbara se transformou na heroína do BrasilReprodução Facebook

Bronze de "Baby"

No último dia do judô, o brasileiro Rafael Silva conseguiu a medalha de bronze no judô. Ele, assim como Mayra Aguiar, repetiu o resultado de Londres e acumulou mais uma medalha olímpica. Na decisão pela medalha, o brasileiro venceu Abdullo Tangriev, do Uzbequistão, por um yuko. A medalha de ouro ficou com o francês, Teddy Riner, que domina a categoria.

Rafael Silva conquistou o bronzeMárcio Mercante

Medalha garantida

Róbson Conceição garantiu a próxima medalha no Brasil no ringue do Riocentro. Com a vitória sobre Hurshid Tojibaev, do Uzbequistão, por 3 a 0, ele já garantiu, no mínimo, medalha de bronze. Classificado para a semifinal, ele terá pela frente o cubano Lazaro Alvarez, na categoria ligeiro até 60kg, domingo, às 12h30.

Róbson Conceição já garantiu uma medalha no boxeClayton de Souza / Estadão / NOPP

Invencibilidade na praia

Sem perder nenhum set desde o início da competição, as brasileiras Larissa e Talita enfrentaram as alemãs Borger e Buthe, nesta tarde, na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana. Em um jogo difícil e equilibrado, as donas da casa suaram para dispensar as adversárias e seguir na briga pelo pódio. A vitória por 2 sets a 0 (21/17 e 21/19) garantiu a presença da dupla brasileira, que tem grandes chances na briga por medalha, nas quartas de final. A outra dupla do Brasil também avançou. Ágatha e Bárbara voltaram a vencer.  Elas não tiveram dificuldade para vencer Fan Wang e Yuan Yue, da China, por 2 sets a 0 (21/12 e 21/16), nas oitavas de final, disputadas na manhã desta sexta-feira.

Larissa e Talita venceram mais uma Marcelo Pereira/Exemplus/COB

Handebol se recupera

O confronto era importante para o Brasil: a chance de se recuperar após a primeira derrota nos Jogos Olímpicos do Rio. E a seleção não decepcionou. Venceu a Angola por 28 a 24, na Arena do Futuro, e garantiu a classificação antecipada para as quartas de final. Antes disso, porém, a equipe encara Montenegro, no domingo, às 9h30, pelo último jogo da fase de grupos.

A seleção feminina de handebol conquistou a classificação antecipadaInovafoto / Divulgação

Bellucci perde para Nadal

Thomaz Bellucci deu muita esperança à torcida ao quebrar duas vezes e fechar com certa facilidade o primeiro set, jogando bem. Mas a maior categoria de Rafael Nadal acabou pesando nos momentos decisivos, compensou os muitos erros dos dois tenistas e o espanhol venceu o brasileiro por 2 sets a 1 (2-6, 6-4 e 6-2), para se classificar para a semifinal da chave de simples da Olimpíada do Rio.

O tenista Thomaz Bellucci começou bem a partida%2C mas acabou perdendo para Rafael Nadal e foi eliminado dos Jogos OlímpicosFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Pólo sofre derrota

Já classificado para as quartas de final no pólo aquático masculino, o Brasil conheceu nesta sexta-feira a sua primeira derrota na competição. Diante da Grécia, a seleção brasileira não apresentou o mesmo rendimento das últimas partidas e acabou derrotada por 9 a 4.

Scheidt na briga

Bicampeão olímpico, Roberto Scheidt teve um grande dia nesta sexta-feira. O brasileiro assumiu a vice-liderança, na classe laser apenas dois pontos atrás do primeiro colocado, o croata Tonci Stipanovic. Ele terminou na quarta e na quinta colocação nas duas regatas que aconteceram nesta sexta.

Brasil derrotou a seleção da Coreia do SulAndre Mourão/ O DIA / NOPP

Mais um passeio

O Brasil venceu outra no vôlei feminino. Contra a Coreia do Sul, as meninas fizeram 3 sets a 0 e continuam sem derrotas e sem perder nenhum set na competição.  São quatro partidas e quatro vitórias.


Você pode gostar