Seriedade na busca por uma medalha

Cinco pugilistas brasileiros sobem neste domingo ao ringue: só o pódio serve de recompensa para tanto esforço

Por O Dia

Rio - Esporte que garantiu três medalhas para o Brasil na Olimpíada de Londres, em 2012, o boxe poderá voltar a dar alegrias ao torcedor nos Jogos do Rio. O peso-ligeiro Robson Conceição (até 60kg) pisará no ringue com pelo menos o bronze garantido. No entanto, a vitória na semifinal sobre o cubano Lázaro Alvarez, atual campeão olímpico, dará a chance de disputar o ouro, presente que prometeu de aniversário à filha de Sophia, de 1 ano.

Além de Robson, outros quatro pugilistas brasileiros estarão em ação no Pavilhão 6 do Riocentro, a partir do meio-dia, igualmente determinados a fazer história. A rotina na Cidade Maravilhosa tem sido dura e longe da badalação dos cartões-postais. Em concentração integral e com treinos fechados, Cláudio Aires, um dos técnicos da Seleção, revela o espírito da equipe.

Joedison é uma das esperanças do Brasil na busca pelo pódioAdriano Vizoni / Folhapress / NOPP

“Foco. Do treino para casa e da casa para o treino. Essa é a nossa rotina. Ninguém nos vê passeando na Vila Olímpica ou pegando táxi para conhecer o Rio. Não viemos a passeio. Depois que acabar, sim. Cada um com sua medalha e sua história olímpica vai poder aproveitar”, disse Claudio Aires.

Depois da judoca Rafaela Silva colocar a Cidade de Deus no mapa do mundo com a conquista do primeiro e, por enquanto, único ouro do Brasil no Rio, outro carioca, Michel Borges, terá a chance de repetir a façanha no quintal de casa.  Cria do Vidigal, o meio-pesado (até 81kg) pode garantir mais uma medalha no combate com o cubano Julio Cesar La Cruz. A vitória vale a classificação para a semifinal da categoria e assegura, no mínimo, a conquista do bronze.

O peso-pena Robenilson de Jesus (até 56kg) será o primeiro a representar o país na luta contra o mongol Erdenebat Tsendbaatar, valendo vaga nas quartas de final. A pugilista Andréia Bandeira enfrenta Atheyna Bylon, do Panamá, na categoria peso-médio (até 45kg). E Joedison Teixeira encerrará o dia de combates contra o turco Batuhan Gözgeç de olho em medalha na categoria meio-médio ligeiro: “Cumpriremos esse dever quando conquistarmos medalhas”, afirmou Aires. 

Últimas de _legado_Olimpíada