Bernardinho resume clima para o jogo contra a França: 'Agora é vida ou morte'

Brasil está com a corda no pescoço na Olimpíada do Rio

Por O Dia

Rio - A derrota para a Itália, neste sábado, deixou a seleção masculina de vôlei com as costas na parede. Sob pressão e com o risco de ser eliminado na primeira fase, o Brasil terá uma decisão contra a França, nesta segunda-feira, às 22h35, no Maracanãzinho.

Bernardinho vê o Brasil ficar em situação delicada na OlimpíadaDivulgação

"Essa é uma geração consistente, mas que bateu na trave muitas vezes. Fica essa expectativa. E, jogando em casa, tem gente com esse entusiasmo natural pela tradição e tudo o que Brasil fez. Estamos tentando fazer o time se soltar mais. Acho que essa equipe já reverteu, já saiu de situações difíceis. O Bruno falou para relaxar e jogar mais solto. E como é o clique para fazer com que eles não sintam pressão excessiva? Tenho que recuperá-los. Agora é vida ou morte, estamos com as costas na parede e temos que reagrupar", afirmou Bernardinho.

No Grupo A, Brasil, França, Canadá e Estados Unidos estão empatados, todos com duas vitórias e duas derrotas. Um dos times ficará pelo caminho, já que a Itália, invicta com quatro triunfos, já garantiu classificação.

Na última rodada da fase de classificação, os Estados Unidos vão enfrentar o México e a Itália encara o Canadá.

Últimas de _legado_Olimpíada