Por fabio.klotz

Rio - Os brasileiros ficaram longe do pódio na final de salto individual na prova disputada neste sábado no Centro Olímpico de Hipismo, em Deodoro. Álvaro Doda de Miranda chegou em nono lugar e Pedro Veniss em 16º. Eles fizeram bons percursos, mas entraram em desvantagem na decisão por terem cometidos mais erros na primeira parte da prova, disputada pela manhã. Como as duas notas eram somadas, eles entraram com quatro pontos de desvantagem e competiam com 13 cavaleiros que tinham zerado o percurso na primeira parte da prova. A medalha de ouro foi do cavaleiro britânico Nick Skelton, com "Big Star, a prata do sueco Peder Fredrickson, com "All In" e o bronze do canadense Erick Lamaza, com Fine Lady5.

Álvaro Doda Miranda não conseguiu chegar ao pódio na OlimpíadaDanilo Verpa / Folha de S.Paulo / NOPP

Pedro Veniss foi o sexto a entrar. Pressionado pela má performance na prova por equipe, ele fez um belo percurso, levantando a torcida. Só foi penalizado por excesso de tempo, mas ao somar cinco pontos ficou longe da briga.

O décimo a entrar foi o cavaleiro Álvaro Doda de Miranda. Ele encantou o público com uma atuação irretocável. Um percurso perfeito, que foi muito comemorado pelos brasileiros. Com quatro pontos perdidos, o brasileiro voltou a entrar na briga pelo pódio. Mas o argentino Matias Albarracin também zerou o percurso e assumiu a ponta com apenas dois pontos perdidos. Na sequência, o cavaleiro britânico Nick Skelton montando "Big Star' também passou sem faltas. Mas a passagem do cavaleiro holandês Jeroen Dubbeldam, montando Zenith, acabou com o sonho brasileiro. Ele fez um percurso limpo e só teve uma falta por excesso de tempo. Ao somar um ponto, tirou as chances de medalhas dos brasileiros.

O Brasil já conquistou três medalhas no hipismo olímpico. Rodrigo Pessoa ganhou o ouro na prova individual de saltos em Atenas-2004 e bronze nos saltos por equipes em Atlanta-1996 e Sydney-2000. Mas ele deixou a equipe por não concordar com o técnico da seleção brasileira, George Morris, que o convocou para a reserva.

Você pode gostar