CBB comunica saída de Magnano e Barbosa da seleção brasileira

Técnicos não resistiram a eliminações na primeira fase dos Jogos

Por O Dia

Rio - O técnico Rubén Magnano está fora da seleção masculina de basquete. A decisão de dispensar o argentino foi anunciada pelo site oficial da Confederação Brasileira da Basquete (CBB). Antonio Carlos Barbosa também não irá permanecer como comandante da seleção feminina. O contrato de ambos termina no fim de agosto.

Magnano deixou o comando da seleção brasileiraAlexandre Loureiro/Exemplus/COB

“São dois excelentes profissionais, medalhistas olímpicos e que deram sua contribuição para as equipes nacionais. Por isso, a Confederação agradece o profissionalismo e a dedicação de cada um. Como nos próximos meses não teremos nenhuma competição adulta, os substitutos serão definidos oportunamente”, disse Vanderlei Mazzuchini, Diretor Técnico da entidade.

Campeão olímpico pela Argentina, em 2004, Magnano assumiu a seleção brasileira em 2010. Sob o comando do argentino, o Brasil voltou a disputar uma Olimpíada, em 2012, interrompendo um jejum de 16 anos. Em Londres, a seleção masculina terminou em quinto lugar. Já nos Jogos Olímpicos do Rio, a equipe verde e amarela decepcionou sendo eliminada na primeira fase da competição.

Antonio Barbosa assumiu a equipe nacional em dezembro do ano passado. Em seu primeiro desafio, o Evento-teste para os Jogos Rio 2016, venceu Argentina e Venezuela e perdeu a final para a Austrália. No Campeonato Sul-Americano da Venezuela, disputado no mês de maio, a Seleção Brasileira conquistou o 26º título invicto da competição, sendo o 16º consecutivo, e a vaga na Copa América 2017.  Nos Jogos Olímpicos, o Brasil perdeu todas as partidas e acabou eliminado na primeira fase.

Últimas de _legado_Olimpíada