Lochte diz que 'imaturidade e álcool' mancharam 'um pouco' a Rio 2016

Nadador admitiu ações, mas continuou a minimizar o caso do assalto inventado por ele e sustentado pelo colega James Feigen

Por O Dia

Rio - Ao comentar a perda dos quatro patrocinadores pessoais que tinha, o nadador Ryan Lochte, de 32 anos, admitiu que suas ações durante a Rio 2016 o prejudicaram, mas minimizou a dimensão do caso. Em entrevista a um talk show americano da emissora "NBC", ele falou de "imaturidade" e "álcool".

"Agradeço pela oportunidade que nossos parceiros me proporcionaram ao longo dos anos. Cometi um erro e definitivamente aprendi com eles. Foram grandes Jogos, e minha imaturidade e comportamento alcoolizado mancharam isso um pouco", disse Lochte.

Saiba: Ryan Lochte perde patrocínio após polêmica de falso assalto 

Ryan Lochte em entrevista à emissora 'NBC'%3A 'Comportamento alcoolizado manchou um pouco a Olimpíada'Reprodução TV/ NBC News

Leia: Nadador paga multa de R$ 35 mil e é liberado para retornar aos EUA

Nesta segunda-feira, a multinacional Speedo anunciou que encerrou o contrato de patrocínio de mais de uma década com ao nadador. A empresa doará US$ 50 mil (cerca de R$ 160 mil) de parte da verba que seria destinada ao atleta para uma organização não-governamental que atende crianças no Brasil.

A Gentle Hair Removal e a Airwave também encerraram os contratos que mantinham com ele. Já a Ralph Lauren disse que não renovaria o vínculo concluído após a disputa do Rio 2016.

Dono de 12 medalhas olímpicas, Lochte provocou grande polêmica ao fingir ter sido assaltado a mão armada durante os Jogos para esconder a confusão que ele e os outros três nadadores, incluindo James Feigen, causaram em um posto de gasolina do Rio, quando, embriagados, retornavam à Vila Olímpica após uma noitada na Zona Sul da cidade.

Últimas de _legado_Olimpíada