A Palinha do Apolinho: A ganância mata

Concebida para ser a competição nobre do calendário da CBF, o Brasileirão se afoga no mar de interesses que sufoca o futebol

Por O Dia

Rio - Concebida para ser a competição nobre do calendário da CBF, o Campeonato Brasileiro se afoga no mar de interesses que sufoca o futebol. O ano segue tendo 365 dias e a cada virada enfiam novas competições ou alongam as existentes. Férias de 30 dias, pré-temporada, Estaduais, Copa do Brasil, Primeira Liga, Liga do Nordeste, Copa Verde, Sul-Americana, Libertadores, desculpe se esqueci alguma. Peguem isso tudo e enfiem num ano de Copa e imagine a vida dos treinadores. Nenhum deles abre dizendo que seu clube vai brigar pelo título de campeão brasileiro. Falam em vaga para Libertadores como meta a ser alcançada, apostam nas competições de tiro curto para tentar uma taça e salvar a pele. O resultado é o baixo nível técnico e torcedores entediados. Não se vê o presidente Marco Polo del Nero ou qualquer outro dirigente da CBF presente num estádio. Da entidade máxima, só Tite e, assim mesmo, por dever de oficio.

UM CONSELHO AOS GOLEIROS DE HOJE

Rogério era goleiro do América, timaço campeão da Taça Guanabara de 1974, e alternava grandes atuações com falhas clamorosas. Um certo dia, o técnico Danilo Alvim chamou Rogério no canto e com aquela calma de sempre lhe deu um conselho: "Meu filho, pegue só as fáceis, as difíceis deixe entrar que ninguém te culpará". Dica esta que serve para os goleiros de hoje, como Diego Alves, do Flamengo, que no jogo com a Ponte Preta foi capaz de pegar um pênalti e tomar um gol lá da intermediária.

PEDALADAS

Ponte Preta ganha do Flamengo, joga o Sport na zona de rebaixamento e a torcida pernambucana já faz a dança da guerra. Vanderlei Luxemburgo na mira.

Demitido pelo Bayern de Munique, técnico Carlo Ancelotti declarou que não pretende assumir outra equipe por enquanto. Até porque ninguém o convidou.

A melhor notícia dos últimos dias: os médicos estão otimistas e Roger, atacante do Botafogo, poderá voltar aos gramados antes do tempo previsto.

BOLA DENTRO

Empatadosem 24 pontos, Argentina e Peru fazem jogo quente pelas Eliminatórias. Programado para a Bombonera, não sei o que acontecerá em caso de vitória peruana...

BOLA FORA

Flamengo caminhando para fechar mais um ano de fracassos. Considerando os custos do clube, o resultado é ainda pior. Os caras ganham muito e o time não ganha nada.

Últimas de _legado_A palinha do Apolinho