A Palinha do Apolinho: Drama argentino

Grande decepção vem sendo o fraco desempenho da seleção da Argentina, que terá sua última chance diante do já eliminado Equador

Por O Dia

Rio - Esta será uma terça-feira gorda no mundo do futebol. Com o Brasil absolutamente tranquilo, classificado, primeiro lugar garantido com dez pontos de frente sobre o Uruguai, segundo colocado, teremos a última e dramática rodada que determinará quais serão os três outros qualificados e quem irá para a repescagem com a Nova Zelândia. A grande decepção vem sendo o fraco desempenho da Argentina, que terá sua última chance na altitude da cidade de Quito, diante do já eliminado Equador. Se conseguirem a vaga, os argentinos precisarão passar a limpo o seu trabalho, marcado até aqui por decisões equivocadas que provocam duríssimas críticas da imprensa e protestos furiosos da torcida. Os alvos principais são Leonel Messi, por ser a estrela e o elétrico e pirotécnico Jorge Sampaoli, que conseguiu a façanha de piorar o que era ruim. Se a Argentina não for para a Copa do Mundo eu não gostaria de estar dentro dos seus sapatos.

MENINOS DO BRASIL VÃO BEM

A Seleção sub-17 começou bem o Campeonato Mundial da categoria, na Índia. Venceu a Espanha de virada por 2 a 1, com gols cariocas de Lincoln, do Flamengo, e Paulinho, do Vasco. Destaque para a boa atuação de Gabriel Brazão, goleiro do Cruzeiro. A equipe mostrou equilíbrio emocional ao tomar o gol logo no início do jogo e não perder a concentração. Com essa vitória na estreia, os meninos do Brasil saem na frente no Grupo D e voltarão a campo amanhã, às 11h30 (de Brasília), contra a Coreia do Norte.

PEDALADAS

Zé Ricardo afina a viola para dotar o time do Vasco da energia capaz para uma arrancada que o leve aos 45 pontos, que afastam qualquer ameaça de rebaixamento. Em ano de eleições, pior do que os adversários são inimigos na trincheira.

Torcida do América se une para pegar junto com a equipe na primeira fase do Cariocão, que começa logo logo, em dezembro.

Crise politica faz o técnico Mano Menezes estar de malinhas prontas para deixar o comando do Cruzeiro.

BOLA DENTRO

Livreda obrigação de escalar equipes distintas para competições paralelas em função de regulamento, Rueda poderá eleger o time do Flamengo ideal e ir com ele até o fim da temporada.

BOLA FORA

Essados deputados discutirem lei para obrigar o uso do árbitro de video pela Federação do Rio é das Arábias. A cidade entregue à própria sorte e os caras preocupados com futebol.

Últimas de _legado_A palinha do Apolinho