A Palinha do Apolinho: Abel capina sentado

Fluminense e São Paulo se enfrentarão no Maracanã, nesta quinta-feira, lutando desesperadamente pelos três pontos para se afastarem do Z-4

Por O Dia

Rio - Fluminense e São Paulo se enfrentarão no Maracanã lutando desesperadamente pelos três pontos, que podem determinar um prudente afastamento da zona de rebaixamento. Os cariocas levam um ponto de vantagem, 35 contra 34 dos paulistas, e atrás deles, distantes no máximo três pontos, vêm Sport, Vitória, Chapecoense e Ponte Preta, bufando e fungando nos cangotes. Embora na pontuação estejam colados, vejo o Fluminense um pouco melhor. O São Paulo jogou 14 partidas como visitante, ganhou duas, empatou duas e perdeu dez. O Fluminense em casa ganhou cinco, empatou quatro e perdeu cinco. O que falta ao Fluminense para melhorar é equilíbrio físico e concentração. Pode reparar que começa bem, vai pra cima, aperta o adversário durante 15 ou 20 minutos e depois afrouxa a pressão, perde a concentração e começa a dar espaços. Corrigir isso dentro deste calendário estúpido é difícil mesmo para alguém experiente como Abel Braga.

BOM SENSO NO CLÁSSICO

Se Flamengo e Vasco chegarem no dia do clássico disputando posição no Campeonato Brasileiro, o bom senso manda que seja realizado no Maracanã por dois motivos: o primeiro e soberano a segurança; o segundo, a inteligência. No Urubuzão lotado, teríamos 16 mil, no Maracanã 70 mil torcedores, mesmo num sábado no horário burro das 19h. Independentemente do questionamento da Polícia Militar, o presidente Eduardo Bandeira de Mello precisa levar em conta o lado financeiro e o conforto da galera.

PEDALADAS

O Flamengo pega em carreirinha, Bahia, São Paulo, Fluminense, Vasco, Fluminense, Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras. Os dois Fla-Flus pela Copa Sul-Americana. É a operação vai ou racha para o seu Rueda.

Virou moda pedir que jogador acuse as faltas que faz como nas peladas. Melhor deixar como sempre foi: jogador joga, árbitro apita.

São raríssimas as vezes em que um goleiro vai para a área adversária e consegue se dar bem. Cássio, do Corinthians, que o diga.

BOLA DENTRO

Impressona o rendimento do Vitória sob o comando do Vagner Mancini. Um trabalho que o credencia como destaque na temporada entre os treinadores. Só pega dureza e tira de letra.

BOLA FORA

Jair Ventura não comandará a equipe do Botafogo hoje à noite, contra o Avaí, na Ressacada. Foi expulso no jogo com o Vasco no tumulto final por entrar em campo para retirar seus jogadores.

Últimas de _legado_A palinha do Apolinho