Terezinha Guilhermina fica sem medalha nos 200m após queimar a largada

Nos 100m, brasileira foi mal e acabou ficando na última colocação

Por O Dia

Rio - Após a frustação com o quarto lugar nos 100m livres, Terezinha Guilhermina repetia, quase como um mantra, que ela era a sua maior adversária na luta pelo tricampeonato na prova dos 200m. E na hora da final, quis o destino que a brasileira fosse mesmo o seu maior obstáculo. Na largada, Terezinha acabou se precipitando e queimando a saída, o que custou mais uma prova sem pódio.

Terezinha Guilhermina queimou a largada na final dos 200m e ficou sem medalhaAlaor Filho/MPIX/CPB

Sem a presença da brasileira, Clegg, campeã nos 100m, voltou a ser a mais rápida. Com o tempo de 24s51, ela e seu guia conquistaram o ouro com direito a recorde paralímpico. O pódio teve ainda duas chinesas. A prata ficou com Cuiqing Liu, com 24s85, enquanto Guohua Zhou levou o bronze com 24s99.

O resultado é decepcionante principalmente porque a brasileira conseguiu os melhores tempos tanto da fase classificatória quanto da semifinal. A confiança pelo desempenho na pista se refletia nas palavras nas entrevistas concedidas na sequência.

Últimas de _legado_Paralimpíada