Por pedro.logato

Rio - O site da Fifa, nesta terça-feira, publicou uma matéria com Paulo Autuori. A carreira do atual treinador do Vasco é ressaltada, além do seu estilo, considerado pela entidade como diferente da maioria dos treinadores brasileiros. Autouri, apesar rejeitar o rótulo, admite que não gosta da rotina do futebol.

Paulo Autuori é o treinador do VascoDivulgação

"Fujo desse rótulo. Não tenho a presunção de ser diferente de nada, mas o futebol é um meio cheio de clichês. Eu tento sair disso.", afirmou.

Além de uma síntese da carreira vitoriosa do jogador, que passou com sucesso pelo Botafogo, Cruzeiro, São Paulo, além do futebol peruano e português, o comandante falou sobre o atual momento da seleção brasileira, que está passando por um momento complicado.
Publicidade
"Nós retrocedemos. Quando pararam de trabalhar no 3-5-2, nós começamos. O Brasil ganhou a Copa do Mundo (em 2002) assim e todo mundo começou a fazer. E isso é contra a característica do futebol brasileiro. Ganhou, é modelo vitorioso, vamos fazer isso? Você não pode trabalhar nas categorias de base com três zagueiros, porque você não forma laterais. Você não forma meias. Hoje, nossa carência de laterais é incrível. E os meias, onde estão? Não tem. Isso não é por acaso." , concluiu.
Você pode gostar