Por fabio.klotz

Bahia - O Vasco enfrenta neste sábado o Vitória, às 18h30, no Estádio Barradão, tentando apagar a péssima impressão deixada na última rodada do Campeonato Brasileiro, quando foi goleado de forma humilhante pelo São Paulo por 5 a 1.

Autuori tenta colocar o Vasco no rumo certo no BrasileiroDivulgação

Fora do Rio desde o início da semana, o técnico Paulo Autuori teve pouco tempo para corrigir as falhas da defesa no último jogo, quando a equipe sofreu cinco gols em 24 minutos. Resultado que deixou a torcida muito apreensiva em relação ao futuro da equipe na competição.

“Estamos com um pensamento muito positivo para o jogo, a equipe é nova e espero que esse resultado não nos afete. Vamos dar a volta por cima. Podemos mostrar que esse resultado foi atípico”, espera o experiente zagueiro Renato Silva.
Publicidade
Na base da conversa o técnico espera levantar o moral do grupo e trazer os três pontos de Salvador.
“Se for ver, lógico que o Vasco está um pouco atrás, mas isso não justifica passar vergonha. Se a gente escutar o que o Paulo fala e acreditar ser uma equipe que quer algo no campeonato, as coisas vão mudar”, afirmou o atacante Eder Luis, que fará novamente dupla de área com o equatoriano Carlos Tenorio.
Publicidade
Outro desafio vascaíno é derrubar um incômodo tabu. Nos últimos oito confrontos com o Vitória, no Barradão, o Vasco perdeu todos, sendo que nos dois últimos jogos foi goleado. Em 2008, o Leão venceu por 5 a 0 e em 2010, por 4 a 2.
Para manter a série positiva contra o Vasco, o Vitória aposta na boa fase do atacante Max Biancucchi, que já marcou três gols nos últimos dois jogos. Uma arma a mais para o time baiano que não se ilude com a má fase vascaína.
Publicidade
“O torcedor tem que entender que nem sempre o jogo corre a nosso favor. O adversário é forte e não se iludam com esse último jogo. É um adversário que tem um treinador experiente e que pra mim foi o melhor que tive até hoje. Nós respeitamos muito o Vasco”, disse o técnico Caio Júnior.
Você pode gostar