Apagão contra o São Paulo ainda mexe com o elenco do Vasco

Goleiro Michel Alves ainda lamente goleada contra time paulista

Por O Dia

Rio - O início do Vasco no Brasileiro foi regular. Com duas vitórias, um empate e duas derrotas, o Cruzmaltino ocupa a nona posição da tabela da competição. Com a paralisação divido a Copa das Confederações, a equite tem até o dia 6 de julho para se preparar para encarar o Internacional, em Caxias do Sul, no dia seguinte.

Michel Alves fica desolado após gol de Luis FabianoDivulgação

No entanto, uma partida ainda tira o sono dos vascaínos. A goleada por 5 a 1 diante do São Paulo ainda deixar marcas. Principalmente porque o placar elástico se deu por conta de um apagão na equipe.

''Tirando aqueles 14 minutos contra o São Paulo, creio que a primeira parte do Brasileiro, nesses primeiros cinco jogos, não foi ruim. Fizemos um primeiro tempo incrível e depois desligamos. Foi um apagão mesmo. O Paulo nos cobrou outra postura. Tanto é que contra o Vitória, sem entrar em mérito de problemas com arbitragem (na partida que o Vasco teve dois gols legítimos anulados), tivemos outro comportamento. Até no jogo que vencemos o Atlético-MG, que é a sensação do futebol brasileiro, tivemos alguns momentos que nossa parte mental caiu'', afirmou o goleiro Michel Alves.

Para o jogador, o começo do Vasco não é bom, mas o período de preparação será muito importante para que a equipe evolua no Brasileiro.

''Foram quatro pontos em seis disputados (vitória contra o Galo e empate contra o Bahia). A gente estava se encaixando nas duas últimas partidas do campeonato, e isso foi fundamental para a nossa melhora. Agora, há atletas chegando, o que torna ainda mais proveitoso esse tempo a mais. Estamos fazendo o máximo para ambientá-los, para falar um pouco do clube, o que representa e a forma como se trabalha. A cobrança no Vasco é muito grande, a responsabilidade também, mas a gente já mostrou que pode fazer mais. E isso vai acontecer'', concluiu.