Dirigente do Vasco nega que atraso de salários tenha cancelado treino

Dirigente garantiu que Vasco quitou mês de abril

Por O Dia

Rio - O diretor-geral do Vasco, Cristiano Koehler, falou sobre o cancelamento do treino deste sábado no Cefan. O dirigente desmentiu a informação de que o elenco não participou da atividade por conta de atrasos de salário. Segundo ele, o Vasco efetuou o pagamento do mÊs de abril.

''Quero dizer que o Vasco pagou integralmente salários de carteira (CLT) do mês de abril para todos jogadores e funcionários. Não tem um jogador que não recebeu. Deve ter havido um problema de portabilidade. Mas já conversamos e vamos conversar com todos na segunda-feira, sem criar qualquer atrito'', disse em entrevista à Rádio Globo.

Paulo Autuori reclamou publicamente sobre os problemas de atraso do clube. Sobre o mês de maio, o dirigente garantiu que ele será quitado até a próxima sexta-feira.

''Estamos com maio em aberto. Mas, se tudo correr bem, até o dia 5 de julho, vamos pagar mais um salário de todos. A luta é diária. Estamos com dificuldade financeira em função da penhora. Mas esse assunto esperamos resolver logo logo, porque já está tramitando no judiciário'', concluiu.