Reizinho volta para escrever seu último capítulo

Juninho, que deve estrear contra o Flu, jogará de graça até dezembro

Por O Dia

Rio - Foi com a sensação de estar novamente em casa que Juninho voltou a entrar, ontem, em São Januário. Aos 38 anos, o Reizinho havia decidido parar de jogar após rescindir com o New York Red Bulls, mas a proposta do Vasco, única que ele aceitaria, veio. Preparado para mais cinco meses, provavelmente os últimos de sua carreira, o camisa 8, que não vai receber um tostão sequer neste acordo e deve estrear contra o Fluminense, dia 21, foi apresentado oficialmente disposto a fazer a diferença antes de pendurar as chuteiras.

SAÍDA DO NEW YORK RB
Pode ser que no futuro eu me arrependa do que fiz. Houve um desentendimento com o técnico e fui barrado. Achei que foi uma retaliação e afirmei que, por isso, seria o meu último dia no clube. Ali eu havia decidido parar de jogar.

BAIXO RENDIMENTO NOS EUA
Joguei 13 vezes, não fiz gol e tenho consciência de que não apresentei o mesmo futebol do ano passado. Mas, no Vasco, é diferente. Aqui estou em casa e tenho condições de ajudar o time.

ESCOLHA PELO VASCO
Tinha três opções: parar de jogar, defender outro clube ou voltar para o Vasco. Mesmo ciente de que o clube vive eterna briga política, existe um esforço para superar os problemas. Mas, na minha visão, voltar depois de tudo o que eu falei quando saí é melhor que a atitude de jogar em outro clube, como o Fluminense. Vou me aposentar com a certeza de que sempre honrei e respeitei o Vasco.

Juninho se apresenta no Cruzmaltinoo dia

APOSENTADORIA
Estou satisfeito com o que fiz nos últimos 20 anos. A chance de que estes cinco meses vão ser os últimos da minha carreira é grande.

SALVADOR DA PÁTRIA
É algo natural e é uma pressão que estou preparado para enfrentar. É sempre normal que os atletas considerados ídolos sejam mais vistos e mais cobrados. Tenho certeza que vão ser cinco meses intensos. Chego para ser mais um para ajudar o time.

REESTREIA CONTRA O FLU
Se for inscrito a tempo, fisicamente estou preparado para me colocar à disposição contra o Fluminense, no Maracanã, dia 21. Vai ser especial, pois um dos objetivos que tinha antes de parar era atuar no Novo Maracanã.

ACORDO
A diretoria vai pagar a dívida dos contratos antigos. Neste contrato, não vou receber nada, nem prêmios nem valores de rendimento.

CIÚMES EM 2012
Fiquei fora de algumas viagens na Libertadores e levaram isso de forma errada. O Vasco não foi prejudicado e houve ciúmes no elenco. É difícil avaliar, pois entendo que cada um tem a sua vida. Depois atuei na segunda fase da competição e em grande parte do Brasileiro normalmente.

ATUAL ELENCO
O início no Estadual foi muito bom. Houve mudanças e o Dorival chegou. O grupo de hoje é mais jovem, com menos experiência, mas tem muito talento. Percebo que os jogadores estão felizes por defender o Vasco.