Defesa, pesadelo sem fim no Vasco

Dono da meta mais vazada do Brasileiro, clube se movimenta para contratar goleiro

Por O Dia

Rio - A luz vermelha está ligada em São Januário. A derrota de 3 a 2 para o Grêmio, no sábado, deixou bem claro que a defesa é o calcanhar de Aquiles do time no Brasileiro. Com esses três gols sofridos, a defesa vascaína passou a ser a mais vazada da competição, com 26.

Problema no gol preocupa DorivalAlexandre Brum / Agência O Dia

Um sinal de que a defesa preocupa, e muito, os dirigentes é o fato de que há uma movimentação interna para a contratação de um goleiro. Até agora, os três goleiros do elenco — Diogo Silva, Alessandro e Michel Alves — não conquistaram a torcida. Contra o Grêmio, Diogo Silva teve uma atuação criticada e chegou a ser vaiados pelos torcedores.

O zagueiro Cris, que falhou de maneira grotesca no primeiro gol do Grêmio, vai permanecer entre os titulares para a partida de amanhã contra o Nacional, em Manaus, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Contratado como a solução dos problemas do setor, Cris foi escalado minutos antes do início da partida no lugar de Jomar, que passou mal no vestiário.

Apesar do revés em casa, o técnico Dorival Júnior defendeu os seu jogadores e afirmou que a melhor maneira de tratar essa questão é internamente. “Vamos caminhar com calma, não é assunto para a gente exteriorizar. Trabalharemos internamente e tomaremos as decisões necessárias. Evito colocar essa situação porque você transfere a responsabilidade. Não trabalho dessa maneira”, afirmou o comandante vascaíno.