Por fabio.klotz

Brasília - Ao admitir que o time não jogou bem no primeiro tempo, mas se recuperou no segundo, o capitão Juninho lamentou a falta de sorte do Vasco. Ao analisar o empate com o Corinthians, o experiente jogador lembrou que não foi a primeira vez que o time foi melhor, mas não conseguiu sair com a vitória.

Juninho deu assistência para o gol de AndréCadu Gomes / Agência O DIA

“Não sei como não ganhamos o jogo. Há muito tempo é assim com o Vasco: quando joga mal, não dá nem para pensar em empatar. Quando joga bem, não leva sorte. Mas isso vai virar”, afirmou Juninho, que mostrou confiança em dias melhores.

“O Vasco é um time em formação. E fazer um jogo com um dos melhores times do Brasil dá bastante ânimo e arma uma possibilidade de um elenco mais forte para o ano que vem”.

Você pode gostar