Por pedro.logato

São Paulo - Pelas mãos de Dorival Júnior, o Vasco encontrou um padrão tático a partir da sétima rodada, evoluiu ainda que timidamente na tabela do Brasileiro e trouxe o torcedor para o seu lado. É bem verdade que o aproveitamento particular de 43,5% do treinador se assemelha ao do clube em toda competição, mas é tido com ressalva: o Vasco não conseguiu encaixar a sequência de vitórias, e o jogo contra a Portuguesa, às 21h50, no Canindé, pode ser o primeiro passo para a sonhada arrancada.

Vasco busca vitória no CanindéDivulgação

Embora o treinador seja franco ao afirmar que a Portuguesa (17º, com 19 pontos) evoluiu e que pode ser um adversário duríssimo, Dorival mantém a confiança no primeiro de três triunfos que deixariam o Gigante mais perto do topo. Em seguida, o Vasco enfrenta São Paulo, domingo, e Vitória, quarta, ambos em São Januário.

“A Portuguesa teve uma boa recuperação no campeonato, mas é um momento de arrancada para nós. Estamos esperando por isso há algum tempo e já ensaiamos essa condição algumas vezes e não conseguimos. Espero que a equipe deslanche nos próximos três jogos”, afirmou Dorival Júnior, otimista.

Com o treinador, o Vasco conquistou 17 dos 39 pontos disputados e mantém a confiança de que o trabalho está no caminho certo. Em 10º lugar, com 24 pontos, dez a menos que o quarto colocado, Atlético-PR, o Gigante crê na sequência que pode alça-lo ao topo devido ao equilíbrio da competição.

“É um perde e ganha tremendo. Com exceção dos quatro primeiros, ninguém tem mantido posição. Há equilíbrio e acredito que possamos chegar na frente após esses jogos”, frisou o treinador.

Dorival usa o mistério para tentar beliscar os três pontos no Canindé e surpreender a aguerrida equipe da Lusa. Juninho pode ser poupado, com Edmilson ganhando uma chance. Wendel também está na briga. Fagner, suspenso, dá lugar a Nei.Já Pedro Ken perdeu a vaga para Fillipe Soutto.

“Tenho uma confiança grande nele, mas resolvi preservá-lo nessa partida”, apontou Dorival, sobre Pedro Ken.

Dorival elogia Jomar e Cris e quer evolução

A dupla de zaga vascaína demorou para se entender, mas não sabe o que é sofrer gols a dois jogos e vai, aos poucos, conquistando a confiança do torcedor. Após alguns altos e baixos, Jomar e Cris ganharam elogios de Dorival Junior, que credita a eles parte do bom momento da equipe no Brasileiro.

“Jomar, desde que ganhou a chance, vem tendo bom aproveitamento. Já o Cris tem experiência e começa a crescer de produção, só precisa de sequência. Espero que eles se mantenham bem”, analisou.

O treinador ganhou uma boa notícia ontem. O departamento jurídico entrou com recuso no STJD contra a punição de perda de quatro mandos de campo e o clube vai poder contar com sua torcida contra o São Paulo.

Você pode gostar