Vasco não jogará com portões fechados em jogos sem mando de campo

Após recurso, STJD define que apenas a perda de quatro mandos e multas serão mantidas

Por O Dia

Rio - Após o pedido de recurso de Vasco e Corinthians pelas punições após a briga entre suas torcidas no jogo realizado no Mané Garrincha, em Brasília, os clubes se livraram de atuar com portões fechados nas partidas em que perderam mando de campo no Brasileirão. No entanto, a perda dos mandos seguem válidos e a CBF irá definir o local dos jogos.

Torcedores de Vasco e Corinthians brigaram no Estádio Mané GarrinchaJosemar Gonçalves / Jornal de Brasília / Agência O Dia

Com cerca de três horas de duração, o novo julgamento definiu a mudança na punição para os clubes quase de maneira unânime. Com quatro votos a 1, o cancelamento do pedido de portões fechados para os jogos onde as equipes irão cumprir punição ocorreu e as equipes se mostraram satisfeitas com o resultado final. Mesmo com a mudança em parte da punição, as multas de R$ 50 mil, para Vasco, e R$ 80 mil, para o Corinthians, foram mantidas.

O caso, no entanto, foi gerado após uma briga entre torcedores de Vasco e Corinthians no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Na ocasião, policiais do Grupamento Especial tiveram que interferir na confusão para evitar que o fato tomasse maiores proporções.