‘Faz-me rir’ vascaíno sai antes de confronto importante diante do Bahia

Diretoria deposita um mês de salário atrasado, mais premiações, e deve quitar a outra metade da dívida no início da próxima semana

Por O Dia

Rio - Os jogadores do Vasco receberam uma injeção de ânimo às vésperas da partida contra o Bahia, na Fonte Nova. A diretoria efetuou na sexta o pagamento de um mês de salário atrasado de atletas e funcionários, além de premiações referentes ao Campeonato Brasileiro e à Copa do Brasil. De quebra, prometeu quitar o restante da dívida para ficar em dia com suas obrigações no início da próxima semana. O depósito feito no fim da tarde ameniza o clima em São Januário em um momento importante do Brasileirão.

O dinheiro para o pagamento de um dos dois meses de atraso veio da primeira parcela do patrocínio com a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 6 milhões, que enfim caiu na conta. A expectativa agora é concretizar a venda do jovem Danilo, de apenas 17 anos e destaque nas divisões de base, por R$ 13,5 milhões para o Braga (Portugal), para depositar o valor restante da dívida.

Dorival comandou treino tático no Vasco-RecreioDivulgação

Para ganhar novo fôlego e espantar de vez a crise financeira, a tendência é de que o clube também receba as sonhadas certidões negativas de débito e, com isso, poderá desbloquear alguns valores que tem direito. O atraso no pagamento dos salários era assunto recorrente entre os jogadores e a comissão técnica em São Januário.

Esta semana houve uma reunião com a diretoria e foi feita a promessa de que antes da partida contra o Bahia os pagamentos seriam depositados. Ciente de que ainda existem vencimentos a serem quitados, o diretor geral do Vasco, Cristiano Koehler, deu novas garantias.

“A intenção era quitar os dois meses, mas efetuamos o pagamento de apenas um. Na próxima semana devemos pagar o que falta”, disse o dirigente vascaíno, que pagou também prêmios referentes aos bons resultados alcançados no Campeonato Brasileiro à classificação para as quartas de final da Copa do Brasil — nas oitavas de final, o Vasco venceu os dois jogos contra o Nacional do Amazonas

Juninho volta, e Dorival tem dúvida no gol

Mesmo poupado do treino de ontem, Juninho, que não atuou no meio de semana contra o Goiás, pela Copa do Brasil, vai voltar ao time no domingo contra o Bahia. Enquanto o Reizinho ficou fora e os demais atletas que atuaram no Serra Dourada fizeram trabalhos mais leves, André foi o único titular a suar a camisa.

Juninho é esperança de Dorival JúniorMárcio Mercante / Agência O Dia

A dúvida, entretanto, está no gol. Por causa das últimas atuações, Michel Alves corre o risco de perder a vaga. Alessandro é visto como o mais cotado para voltar ao time.
Sob o comando de Lucas Silvestre, auxiliar e filho de Dorival Júnior, que apenas o observou, os reservas fizeram uma atividade tática no campo do CFZ.

Com 38 anos, Juninho foi liberado do treinamento e fez apenas trabalhos na sala de musculação. Dorival ainda não escolheu o time que jogará ano domingo.