Por fabio.klotz

Rio - O que fazer quando você precisa vencer um dos melhores times do campeonato para escapar do rebaixamento? E quando o adversário é o Atlético-PR, que briga para ir à Libertadores? Essas devem ser as perguntas que os jogadores do Vasco estão fazendo entre si antes de entrar em campo neste domingo.

Henrique diz que gol sobre o Atlético-PR foi o mais importante de sua carreiraUanderson Fernandes / Agência O Dia

“Tem de acreditar até o fim”, afirma o ex-zagueiro Henrique, autor do gol que garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Furacão e que livrou o Vasco do rebaixamento e, de quebra, tirou o título dos paranaenses em 2004. Para ele, o momento mais marcante de sua carreira.

Henrique, que pendurou as chuteiras há dois anos, trabalha hoje em dia como empresário de atletas e tem uma loja de móveis e decorações em Goiânia. Vascaíno de coração, há nove anos ele pulou mais alto do que a zaga do Furacão para entrar para a história do clube.

“Até hoje me param por causa daquele gol”, brincou.

No dia 12 de dezembro de 2004, na penúltima rodada do Brasileirão, o Vasco precisava vencer para escapar matematicamente da degola. O Furacão, com 85 pontos, dois a mais do que o Santos, brigava pelo título.

“Basicamente era a mesma situação. Os salários estavam atrasados, o grupo não tinha grandes jogadores e houve várias trocas de treinadores”, lembra.

E o próprio Henrique faz questão de contar o que aconteceu aos 21 minutos do segundo tempo: “Petkovic cobrou a falta na área e subi com autoridade. Foi um tiro de cabeça e o gol mais importante da minha carreira. Vi quase 40 mil vascaínos chorando. E, como torcedor do Vasco, não tem como explicar o que senti naquele momento. Tirar o título deles ainda teve um gostinho especial”, provoca o ex-jogador.

Henrique revela que a jogada havia sido ensaiada antes: “A defesa deles era fraca pelo alto e apostamos na bola no segundo pau. Por isso dou um conselho. Os jogadores precisam acreditar até o último minuto, pois a camisa pesa.”

Cris será o salvador desta vez

Henrique está mesmo confiante na permanência do Vasco na Série A do Campeonato Brasileiro. Tanto que o ex-zagueiro até arrisca dizer quem vai marcar o gol da vitória: placar de 1 a 0, com o zagueiro Cris fazendo o papel de herói da vez.

“Cris é um zagueiro que sempre admirei e, portanto, acho que ele vai marcar de cabeça o gol da vitória. O cruzamento será do Marlone”, garante.

No entanto, Henrique admite que a missão do Vasco agora é muito mais difícil do que na sua época.

“O time vai precisar de muita raça, pois o jogo agora será fora de casa. O Atlético Paranaense tem um ótimo time e chegará motivado em campo”, completou o ex-jogador.

Neste campeonato, Cris já marcou um gol: de cabeça, sobre o Fluminense.

Você pode gostar