MP-SC diz que não fez nenhuma ação para impedir atuação da PM em estádio

Com poucos seguranças particulares na Arena Joinville, torcedores de Vasco e Atlético-PR entraram em confronto

Por O Dia

Santa Catarina - O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) divulgou uma nota em seu site oficial informando que não fez nenhuma recomendação ou ação para impedir que a Polícia Militar trabalhasse dentro da Arena Joinville, no jogo entre Vasco e Atlético-PR, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

"O Ministério Público de Santa Catarina informa que não fez nenhuma Recomendação ou Ação que impeça a Polícia Militar de atuar no interior do estádio Arena em Joinville", diz a nota.

Torcedores de Vasco e Atlético-PR brigaram na Arena Joinville Carlos Moraes / Agência O Dia

Anteriormente, o sargento da Polícia Militar de Santa Catarina, Adilson Moreira, havia declarado que o MP local determinou que a segurança do estádio fosse realizada por seguranças particulares.

"Não é um acordo, é uma questão de entendimento do Ministério Público e da Polícia Militar, porque esse é um evento privado. Se tivesse a polícia, talvez até ocorresse, porque não estamos longe de acontecer, pois isso já aconteceu em outros estados. Mas vamos estar prontos para a intervenção como estivemos sempre. É um evento privado e a Policia Militar tem de fazer sua parte externamente", declarou.