Por pedro.logato

Rio - Quatro executivos do clube estão com os dias contados no Vasco. Pressionado por conselheiros, o presidente Roberto Dinamite acatou o conselho da cúpula administrativa em reunião no fim de semana e deve comunicar nos próximos dias que o diretor-geral Cristiano Koehler e outros três nomes não vão permanecer em 2014.

Koehler vai deixar o VascoDivulgação

Roberto defendeu o quanto pôde a permanência de Koehler, responsável pelo planejamento administrativo do clube em 2013. Mas vice-presidentes e conselheiros não gostaram do trabalho do diretor geral e insistiam por sua demissão. A saída dos profissionais também passou por avaliação geral do custo e benefício dos contratados.

Além de Koehler, o diretor jurídico, Gustavo Pinheiro, está de saída, assim como Miguel Gomes, diretor de planejamento, e Henry Canfield, que começou no marketing do Vasco, em 2012, em substituição a Marcos Blanco. A direção geral, por enquanto, não será ocupada por nenhum executivo.

A única preocupação de Dinamite é que a saída de Koehler possa atrapalhar a vinda de Rodrigo Caetano. Os dois trabalharam juntos no Grêmio e são amigos de longa data. Cotado para ser o novo diretor executivo de futebol,Rodrigo, inclusive, afirmou que planeja voltar a São Januário e está motivado a trabalhar outra vez com Cristiano Koehler. O desejo, porém, não deve ser concretizado, mas sua volta ao clube está próxima.

Você pode gostar