Por fabio.klotz

Rio - Mesmo sem ainda ter assinado contrato por uma temporada, o que deve acontecer no dia 5, Rodrigo Caetano já trabalha ao lado do diretor técnico Ricardo Gomes. Depois de selar o acordo com o goleiro uruguaio Martín Silva e o volante paraguaio Aranda, ambos ex-Olimpia, o dirigente foi procurado por Régis Marques, empresário da dupla, para negociar com mais um estrangeiro: o argentino Maxi Biancucchi. Primo de Messi, ele foi destaque do Vitória no Campeonato Brasileiro, mas já afirmou que não permanecerá no futebol baiano em 2014.

Maxi se destacou no Vitória Divulgação

Com a boa relação criada com Régis Marques, o Vasco larga na frente para contratar mais um gringo, apesar de ainda não ter sido feita uma proposta oficial. Uma conversa com Rodrigo Caetano já está marcada logo depois das festas de Réveillon. Biancucchi, no entanto, também teria recebido propostas de outros clubes brasileiros, entre eles o Bahia.

Caso feche como Vasco, Maxi Biancucchi jogaria pela segunda vez no futebol carioca - defendeu o Flamengo entre 2007 e 2009 (69 jogos e sete gols) - e seria o quinto estrangeiro no elenco do Vasco, que já conta com Montoya, Guiñazu, Martín Silva e Aranda.

REUNIÕES ANTES DE FESTA

O presidente Roberto Dinamite confirmou nesta sexta-feira que vai marcar novas reuniões entre os dirigentes antes do fim do ano. A intenção é deixar o planejamento para a disputa do Campeonato Carioca e da Série B do Brasileiro encaminhado para a chegada de Rodrigo Caetano.

Você pode gostar