Por pedro.logato
Rio - O que parecia o fim de uma trajetória mudou radicalmente a vida de dois jogadores do Vasco. Fora dos planos ano passado, o volante Fellipe Bastos e o atacante William Barbio deixaram o clube e foram buscar espaço em novos projetos. Das vaias em São Januário, o primeiro tornou-se uma das referências da Ponte Preta, que disputou o título da Copa Sul-Americana, no fim da temporada. O outro surpreendeu ao ser uma das principais armas do Bahia no Brasileirão. De preteridos, ambos voltam com a vaga de titular no time de Adilson Batista, sábado, às 19h30, contra o Boavista.
Fellipe Bastos e Barbio querem dar volta por cimaErnesto Carriço / Agência O Dia

Ano passado, a diretoria tentou diversas vezes negociar Fellipe Bastos em definitivo com o Internacional. Em campo, o jogador de 23 anos era perseguido pelos torcedores e pressionado sempre que errava um lance. Em setembro, entretanto, uma proposta de empréstimo da Ponte Preta o seduziu.

“Era um dos mais criticados do time e precisava mudar o foco. Volto como um outro jogador, como um outro homem”, admitiu. De fato, a experiência em Campinas foi especial com a disputa da final na Copa Sul-Americana. O título não veio, mas a vida de Fellipe já havia mudado.
“Percebi que é importante não desistir das jogadas e ter sempre muita vontade em campo. Isso vou levar para a minha vida”, prometeu.
Publicidade
William Barbio, por sua vez, não chegou a ter chances com a camisa do Vasco em 2013. O atacante foi emprestado ao Atlético-PR e, em agosto, reforçou o Bahia. O jovem de 20 anos tornou-se titular em grande parte do Brasileirão. A segunda chance na Colina veio e ele espera não desperdiçá-la.</CW>
“Pude mostrar o meu futebol no Bahia. Recebi muita ajuda e estou mais maduro. Reconheço que cheguei muito novo ao Vasco, mas perdi o foco. Agora sei como agir e o que fazer para ajudar", afirmou o atacante.
Publicidade
Em Pinheiral, os dois foram titulares em todos os coletivos e têm agradado o técnico Adilson Batista.