Vasco precisa vencer para pagar dívida com a galera

Vaias e cobranças já incomodam time, que sabe que precisa melhorar para ter apoio

Por pedro.logato

Rio - Um time em dívida com sua torcida. Após o traumático rebaixamento no Brasileiro de 2013 — o segundo em cinco anos —, o torcedor do Vasco que foi aos jogos do Carioca deste ano, contra Boavista e Macaé, viu a esperança em dias melhores se transformar em revolta.

Vasco, de Adilson, precisa vencerErnesto Carriço / Agência O Dia

Mesmo assim, as vaias, os xingamentos e os gritos de ‘burro’ nos dois inesperados empates, não abalam o técnico Adilson Batista e seus comandados. Eles estão cientes de que precisam vencer e convencer para recuperar o apoio que vem da arquibancada.

A falta de mobilidade e de criação do meio de campo para o ataque incomodaram os torcedores no Estádio Moacyrzão, quarta-feira. O time, mesmo com total controle do jogo no segundo tempo, não conseguiu superar o adversário. Motivo para os protestos pela falta de evolução após o péssimo final de temporada no ano passado.

Vitória é o melhor remédio

Autor do último gol do Vasco, Edmilson pediu uma segunda chance aos torcedores:

“A impaciência vem desde o ano passado e a pressão é maior após tudo o que aconteceu (rebaixamento para a Série B). Estamos em um ano novo, com jogadores novos e vamos nos entrosar o quanto antes. A gente entra em campo para ganhar, não tem jeito, mas ainda faltam muitos jogos. A vitória é o melhor remédio e precisamos buscá-la já na próxima rodada.”

Edmilson, porém, vê nos torcedores do Vasco fortíssimos aliados para a equipe alcançar voltar para a Primeira Divisão do Brasileiro.

“Eles estão certos em cobrar. Os jogadores sabem que têm condições de jogar mais. No momento de cobrar, eles cobram. Mas temos de lembrar que já nos apoiaram muito, no momento que era para apoiar”, ressaltou.

Dia D para a situação de Martín Silva e Aranda

?Ainda com pendências na transferência internacional da Fifa junto ao Boletim Informativo de Registro de Atletas (Bira), no site da Ferj, o goleiro Martín Silva e o volante Aranda têm até esta sexta para serem regularizados. Só assim eles poderão enfrentar o Friburguense, domingo, em São Januário.

O Vasco terá até às 19h para registrar os atletas, mas a diretoria segue otimista na resolução do caso. Se Martín Silva é aguardado com ansiedade pela torcida para assumir o gol, o volante Aranda, mesmo se for inscrito, não deve fazer sua estreia contra o time serrano.

Com dores no joelho direito, Aranda deve ser vetado pelo departamento médico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia