Vasco vence o Volta Redonda e alcança quarta vitória consecutiva no Carioca

Cruzmaltino não fez uma boa apresentação, mas conseguiu o triunfo com gols de Thalles e Bernardo

Por O Dia


Rio - O Vasco não fez um grande apresentação, mas conseguiu superar o Volta Redonda, por 2 a 1, no estádio Raulino de Olveira. Com gols de Bernardo e Thales, o Gigante da Colina assegurou a segunda colocação no Campeonato Carioca, confirmando a quarta vitória seguida na competição. Na próxima rodada, o Cruzmaltino enfrenta o Nova Iguaçu.

>>>Confira as imagens da vitória do Vasco sobre o Volta Redonda

>>>Confira a tabela e a classificação do Campeonato Carioca

Jogadores comemoram o gol de Thalles Ernesto Carriço / Agência O Dia

O JOGO

O técnico Adilson Batista cogitou escalar os reservas diante do Volta Redonda, mas só poupou o lateral-esquerdo Marlon e o atacante Edmilson. Aranda, suspenso, também não participou da partida. Apesar de iniciar o duelo com os titulares, o Vasco começou o jogo perdendo. Aos 9, Thiago Amaral recebeu na entrada da área, avançou, e chutou sem chances para Martín Silva.

O Gigante da Colina era sonolento e não atuava bem. No entanto, aos 20 minutos, após triangulação entre Felipe Bastos, Bernardo e Thalles, o centro-avante só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol, igualando o marcador. O empate animou os vascaínos. A virada não demorou a chegar. Aos 31, depois da falha de Gilberto Alemão, Thalles tocou para Bernardo na grande área. O meia pegou de primeira e estufou as redes.

O Vasco passou a dominar as ações do jogo. Longe preguiça dos primeiros 20 minutos, o Cruzmaltino não deixou espaços para o Volta Redonda. Destaque especial para o zagueiro Rodrigo, que ganhou a maioria das divididas na defesa.

No retorno para o segundo tempo, o Voltaço tentou imprimir uma pressão inicial. Aos 5, Thiago Amaral invadiu a área, tentou cruzar, mas Martin Silva chegou no abafa e conseguiu fazer a defesa. O Vasco respondeu em jogada de bola parada. Aos 13, Bernardo cruzou, Rodrigou subiu sozinho, mas cabeceou para fora. O Gigante da Colina até tentava ser mais ofensivo, mas esbarrava na falta de criatividade no meio de campo. O Volta Redonda tenva explorar os contra-ataques, mas sem sucesso.

Aos 32, o técnico Adilson Batista decidiu deixar a equipe mais defensiva. O treinador tirou William Barbio para colocar Danilo, jovem promessa vascaína, que já está vendida para um grupo de investidores português. A alteração não surtiu muito efeito. Aos 37, o Voltaço quase chegou ao empate. Martin Silva fez um milagre ao defender com o pé uma cabeçada de Preto. Nos últimos momentos do duelo, o Vasco conseguiu segurar a pressão do Volta Redonda e sair com a vitória.

VOLTA REDONDA X VASCO

Estádio: Raulino de Oliveira

Árbitro: Raphael Silvano

Cartões Amarelos: Thalles (Vasco), Guiñazu (Vasco)

Cartões Vermelhos

Gols: Thiago Mirando (Volta Redonda), Thalles (Vasco) , Bernardo (Vasco)

Volta Redonda: Gatti, Rodrigo Paulista, Marcelo, Gilberto e João Paulo; Bruno Barra, Laionel, Zé Augusto e Glauber; Rodrigo Dantas e Tiago Amaral.

Vasco: Martín Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Henrique; Guiñazu, Fellipe Bastos, Pedro Ken e Bernardo; William Barbio e Thalles.