Vasco joga muito mal na Arena Pantanal e perde para o Luverdense por 2 a 1

Gigante da Colina ainda não conquistou sua primeira vitória na Série B do Brasileirão

Por O Dia

Mato Grosso - Não foi dessa vez que o Vasco conquistou sua primeira vitória na série B do Campeonato Brasileiro. Com uma péssima atuação coletiva adicionado ao belo futebol do seu adversário, o Gigante da Colina foi derrotado por 2 a 1, com gols de Reinaldo (ex-jogador de Flamengo e Botafogo) e Rubinho, de pênalti para o time do Mato Grosso, Yago descontou para o Cruzmaltino. A partida contou com bom público na Arena Pantanal, que irá sediar quatro partidas da Copa do Mundo.

Com o resultado, o Vasco poderá terminar a rodada na zona de rebaixamento para a Série C com apenas um ponto conquistado em duas partidas. Já o Luverdense pega o elevador na tabela da competição e chega ao quarto lugar, abrindo zona de classificação para a primeira divisão do futebol brasileiro.

Vasco foi derrotado em CuiabáDivulgação

O JOGO


Pensando que com apenas o seu nome a sua tradição, iria conquistar facilmente a vitória, o Vasco acabou se surpreendendo de forma negativa na Arena das Dunas. O Luverdense, apesar de não ser um time com grandes nomes, se mostrou uma equipe que sabe se defender bem e explorar as chances no contra ataque. Foi assim que o time do Mato Grosso levava período ao Cruzmaltino. Aos 21, Raul Prata passou reto pela zaga do Vasco, em disparada, fintou Luan e mandou o chute. Diogo Silva espalmou, e Reinaldo, no rebote, colocando o Luverdense na frente!

O gol desestabilizou o Vasco, que pouco ameaçava no ataque, apenas se aproveitando de bolas paradas. Aos 30, Douglas bateu colocado e acertou o travessão no Luverdense. Com isso, quem tinha o domínio das ações da partida era o time do Mato Grosso. Com 35 Misael deu drible fácil, seco, em Luan e mandou para o gol. Diogo Silva desviou. No final do primeiro tempo, Douglas reclamou da postura do Vasco da Gama: "Na hora do gol deles, tocamos demais a bola, perdemos no meio. Não pode acontecer. Agora tem que correr atrás", comentou.

Depois do intervalo, o Vasco não mudou sua postura, que de certa forma era arrogante, pois achava que a qualquer momento a vitória iria cair em seu colo. Mas, o Luverdense foi corajoso em continuar atacando o Vasco, e conseguiu um prêmio aos nove minutos. Misael recebeu dentro da área, ficando de costas para o gol e teve sua camisa puxada por André Rocha e o arbitro marcou pênalti. Na cobrança Rubinho bateu em canto, goleiro caiu para o outro aumentando a vantagem e deixando a zebra passear na Arena Pantanal.

Momentos depois que a própria torcida vascaína começava com gritos de "olé" para o Luverdense o Cruzmaltino, o Gigante da Colina, por um gol de sorte, diminuiu o prejuízo no placar. Aos 25, Defesa do Luverdense saiu jogando errado. Yago ficou com a bola e mandou uma pancada de fora da área sem chance para o goleiro. Mesmo com isso, o time carioca não conseguiu achar seu bom futebol e teve que se contentar com uma derrota, que de certo ponto é vexatória para um time da história do Vasco.

FICHA TÉCNICA
LUVERDENSE X VASCO

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá-MT
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Renda e Público: R$ 725.400,00 / 17.808 presentes
Cartões Amarelos: Raul Prata, Carlão (Luverdense)
Gols: Reinaldo 21'/1ºT (1-0); Rubinho 10'/2ºT (2-0); Yago 25'/2T (2-1)

LUVERDENSE: Gabriel Leite, Raul Prata, Braga, Renato e Edinho; Carlão, Gilson, Washington (Júlio Terceiro 30'/2º T) e Rubinho (Fernando 11'/2º T); Misael e Reinaldo (Léo/Intervalo) - Técnica: Junior Rocha.

VASCO: Diogo Silva, André Rocha, Luan, Rafael Vaz e Diego Renan; Aranda, Fellipe Bastos (Dakson 37'/2 T) e Douglas; Montoya (William Barbio/Intervalo) , Thalles e Reginaldo(Yago/Intervalo) - Técnico: Adilson Batista.