Por fabio.klotz

Paraíba - O Vasco voltou a apresentar problemas no setor ofensivo, mas viu a estrela de Thalles brilhar mais uma vez. Com dois gols do atacante, o Gigante da Colina virou sobre o Treze, nesta quarta-feira, no Estádio Amigão, em Campina Grande, e venceu por 2 a 1. O resultado não elimina o jogo de volta. Porém, o Cruzmaltino tem a vantagem do empate e até uma derrota por 1 a 0 para avançar na Copa do Brasil.

Thalles brilha e dá vitória ao VascoDivulgação

O jogo de volta será na quarta-feira, em São Januário. Antes, porém, o Vasco vai buscar a primeira vitória na Série B e encara o Atlético-GO, sábado, às 16h20, em São Januário.

>>> FOTOGALERIA: As imagens da vitória do Vasco sobre o Treze

O nome do Vasco foi Thalles. Ele soube aproveitar as chances e salvou o time, que penou ofensivamente. O jovem atacante mostrou faro de artilheiro e usou a cabeça para deixar o Gigante da Colina em vantagem na Copa do Brasil.

O JOGO

O duelo começou em ritmo lento, com as duas equipes com dificuldades para criar. O Vasco foi o primeiro a levar perigo. Danilo arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora. A resposta do Treze foi fatal. Jonatas Belusso fez jogada pela esquerda e cruzou para Esquerdinha, livre na área, chutar para abrir o placar: 1 a 0.

Gilson salvou o Treze pouco tempo depois de o time abrir o placar. Douglas cobrou falta e Douglas Silva, ex-Figueirense e zagueiro estreante da noite, desviou, mas o goleiro evitou o gol de empate com os pés. Gilson novamente teve de trabalhar em chute de Diego Renan. O lateral emendou com força e obrigou Gilson a espalmar. Danilo mais uma vez levou perigo de novo com arremate de fora da área.

O Vasco voltou para o segundo com duas mudanças. Yago e Marquinhos entraram nos lugares de Montoya e Reginaldo. Adilson Batista tentava melhorar o poderio ofensivo do time. E conseguiu chegar ao empate. Em jogada pela esquerda, Marquinhos cruzou para Thalles deixar tudo igual no Estádio Amigão.

O Gigante da Colina não conseguiu aproveitar o momento e deixou o ritmo cair. O Cruzmaltino voltou assustar já na reta final do jogo. Douglas cobrou falta e obrigou Gilson a mandar para escanteio. A estrela de Thalles brilhou novamente. Após cobrança de escanteio, ele subiu mais do que a zaga e fez 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

Treze 1x2 Vasco

Estádio: Governador Ernani Sátiro (Amigão)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Gols: Esquerdinha (Treze, aos 19' do 1ºT), Thalles (aos 5'e 39' do 2ºT)
Cartão amarelo: Birungueta e Douglas (Treze) e Montoya, Diego Renan e Danilo (Vasco)
Cartão vermelho: -

Treze: Gilson; Birungueta, Negretti, Douglas e Fernandes; Sapé, Felipe Alemão, Douglas Packer e Clébson (Léo Bartholo, aos 14' do 2ºT); Jonatas Belusso (Tiago Souza, aos 42' do 2ºT) e Jaílson (Fabinho Cambalhota, aos 18' do 2ºT); Técnico: Leandro Sena.

Vasco: Diogo Silva; André Rocha, Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Danilo, Fellipe Bastos, Douglas e Montoya (Yago, no intervalo); Reginaldo (Marquinhos, no intervalo) e Thalles; Técnico: Adilson Batista.

Você pode gostar