Com dois de Marlon, Vasco desencanta e vence a primeira partida na Série B

Meia Douglas marcou o primeiro gol do jogo, cobrando falta. O duelo terminou 3 a 0 para os cruzmaltinos

Por O Dia

Rio - O Vasco finalmente venceu na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. O Cruzmaltino bateu o Atlético Goianiense, neste sábado, em São Januário, por 3 a 0. O destaque do jogo foi o lateral Marlon, com dois gols. Douglas abriu o placar cobrando falta.

A partida ocorreu com os portões fechados, em virtude da punição imposta aos donos da casa por conta da briga contra a torcida do Atlético Paranaense, na última rodada do Brasileirão do ano passado, na Arena Joinville.

O Vasco entrou em campo apostando nos jogadores formados na categoria de base para suprir os desfalques. O Cruzmaltino tinha Rodrigo, Guiñazu, Edmilson, Pedro Ken, Bernardo e Everton Costa lesionados no departamento médico. A boa notícia foi a volta do goleiro Martín Silva ao time titular. Os reforços Anderson Salles, Fabrício, Guilherme Biteco e Rafael Silva não foram regularizados e só devem estrear na semana que vem.

Pelo lado dos goianos, o Atlético também buscava a sua primeira vitória na Série B.

Com a vitória, o Vasco chegou aos quatro pontos e ocupando a 7ª colocação. Já o Atlético-GO estacionou nos dois, e caiu para o 16º lugar.

O próximo jogo do Vasco será contra o Treze, em São Januário, em jogo válido pela Copa do Brasil. No primeiro confronto, em Campina Grande, os cariocas bateram os paraibanos por 2 a 1.

O JOGO

O duelo mal começou e logo aos três minutos, Douglas, cobrando de falta, bateu com perfeição. A bola passou por cima da barreira e entrou no canto direito do goleiro Márcio que nem pulou na bola, 1 a 0. Depois de abrir o placar, os donos da casa começaram a administrar o ritmo da partida. Aos 11 minutos, a posse de bola dos cruzmaltino era de 70%.

Festa para Douglas em São JanuárioUanderson Fernandes / Agência O Dia

Diego Renan, aos 14 minutos, arriscou de longe, obrigando o goleiro Márcio a espalmar para o lado, afastando o perigo. No ataque, Thalles era até aquele momento o jogador que mais procurava o jogo. Mas o atacante estava com dificuldades para vencer a marcação goiana.

Na ponta direita, Yago era um dos mais criativos. O jovem de 20 anos recebeu passe de Thalles e bateu cruzado. A bola passou por toda pequena área sem que ninguém empurrasse para o gol.

Aos 25, o Atlético Goianiense assustou o goleiro Martín Silva pela primeira vez. Artur recebeu cruzamento ma área e cabeceou para o fundo da rede, mas o zagueiro do Dragão estava impedido e o gol foi anulado pelo bandeirinha.

O lado direito do Vasco era onde saíam as principais jogadas de ataque. Por lá, o lateral Diego Renan bateu do bico da grande área, o goleiro do Márcio encaixou com segurança sem dar rebote.

Com Thalles saindo bastante da área, o Vasco não tinha uma referência no ataque, com isso os jogadores cruzmaltinos abusavam das batidas de fora. Até os 40 minutos, o Vasco controlava bem a posse de bola, mas pecava bastante nos passes finais. O Atlético, que veio apostando no contra-ataque, não conseguia encaixar nenhum para marcar.

Antes do fim do primeiro tempo, os jogadores do Atlético Goianiense pediram um pênalti, que não foi marcado pelo árbitro Emerson Almeida Ferreira. Na jogada, Júnior Viçosa invadiu a área, driblou o zagueiro Luan e bateu de pé esquerdo. O goleiro Martín Silva fez a defesa, e no rebote a bola bateu na mão do zagueiro Luan, que estava caído. O árbitro marcou só escanteio.

No segundo tempo, o Atlético Goianiense voltou animado. Aos sete minutos, Pedro Bambu recebeu um lançamento e bateu de primeira. A bola passou rente ao travessão do goleiro vascaíno. Depois disso, as faltas dominaram a partida.

O goleiro Martín Silva levou um cartão amarelo por atrasar a reposição de bola, aos dez minutos. No lance seguinte, Marcus Vinícius chegou duro em Yago e também foi punido.

Lance de perigo só aos 19. Aranda, que entrou no lugar de Marquinhos, recebeu de Thalles e bateu fortemente de longe e a bola explodiu na travessão e saiu.

>>>FOTOGALERIA: AS IMAGENS DA VITÓRIA DO VASCO

Aos 20, Douglas recebu um cartão amarelo depois de dar um carrinho no adversário. No lance seguinte, Yago fez boa jogada e bateu no cantinho do goleiro Márcio que se esticou para salvar. Mas, aos 25, o goleiro do Atlético não conseguiu evitar o segundo gol do Vasco. Marlon recebeu passe de Aranda e sozinho dentro da área bateu para marcar 2 a 0.

O Altético tentou responder com Fábio Lima. O jogador, que entrou no intervalo, recebeu o cruzamento do lateral João Lucas e bateu de primeira, com força, mas a bola foi para fora, passando perto do travessão.

Ainda fora da área, Thalles não conseguia levar perigo ao gol de Márcio. Aos 38, o jovem atacante vascaíno chutou de fora da área, mas o capitão do time goiano estava atento e defendeu sem problemas.

A sorte que faltava para Thalles estava com Marlon, o jogador pegou rebote do chute de Fellipe Bastos e completou para o gol.

Essa foi a primeira vitória do Vasco que só poderá mandar seu primeiro jogo com torcida em São Januário depois da Copa do Mundo. Na semana que vem, contra o Oeste, o jogo novamente será com portões fechados. Posteriormente outras três partidas obrigatoriamente serão disputadas a 100 quilômetros do Rio de Janeiro.

VASCO 3 X 0 ATLÉTICO GOIANIENSE

ESTÁDIO: São Januário

ÁRBITRO: Emerson Almeida Ferreira (MG)

RENDA E PÚBLICO: Portões fechados

CARTÕES AMARELOS: Martín Silva-VAS (2ºT 10'), Marcus Vinícius-ATL (2ºT 11'), Douglas (2ºT 20')

CARTÕES VERMELHOS: Nenhum

GOLS: Douglas (1ºT 3'), Marlon (2ºT 25' e 2ºT 42')

Vasco: Martin Silva; Diego Renan, Luan, Douglas Silva e Marlon; Danilo, Fellipe Bastos e Douglas (Darkson, 2ºT aos 40'); Yago (William Barbio, 2ºT aos 26'), Marquinhos (Aranda, 2ºT aos 10') do Sul e Thalles.

Atlético-GO: Márcio, Pedro, Artur, Lino e Marcus Vinícius; João Lucas, Wagner (Fábio Lima, intervalo), Renan e Jorginho; Juninho (Josimar, 2ºT aos 18') e Junior Viçosa.