Embalado, Vasco vence o Náutico fora de casa e entra no G-4 da Série B

Dakson fez o gol da vitória na Arena Pernambuco

Por O Dia

Recife - O Vasco mostrou que está embalado e chegou ao G-4 da Série B. Nesta terça-feira, o Gigante da Colina emplacou a terceira vitória consecutiva no torneio. A vítima da vez foi o Náutico. O Cruzmaltino venceu por 1 a 0, na Arena Pernambuco, em jogo adiado da 5ª rodada devido à greve da Polícia Militar de Recife em maio.

Dakson fez o gol da vitória do VascoDivulgação

Com o resultado, o Vasco soma 28 pontos, pula para a vice-liderança e ganha moral no caminho para voltar à elite do futebol brasileiro. O Gigante da Colina retorna a campo no sábado, em São Januário, contra o líder Ceará. Com 18 pontos, o Náutico está na 15ª colocação. Na próxima rodada, encara a Luverdense fora de casa.

FOTOGALERIA: As imagens da vitória do Vasco sobre o Náutico

Contra o Náutico, o Vasco não teve o goleiro Martín Silva, que ficou no Rio devido a um problema familiar. Aniversariante do dia, Kleber, então dúvida, entrou em campo e ajudou o Vasco a vencer. O herói foi Dakson, autor do gol.

O jogo

O Vasco não demorou a abrir o placar na Arena Pernambuco. O lance foi inusitado e até bizarro. Aranda furou chute, mas a zaga do Náutico também errou. A bola sobrou para Dakson. Ele chutou sem força, mas o arremate desviou e morreu no fundo da rede: 1 a 0.

Dakson quase ampliou, mas parou no goleiro Julio Cesar. Ele foi um dos destaques do Náutico. Em sua estreia, ele apareceu em cinco lances para salvar o Timbu. Do outro lado, Diogo Silva também teve de trabalhar. Titular no lugar de Martín Silva, que ficou no Rio devido a um problema familiar, o goleiro defendeu cabeçada de Tadeu, deu rebote, mas tirou o perigo. Ainda no primeiro tempo, o técnico Adilson Batista fez a primeira substituição. Guilherme Biteco entrou no lugar de Lucas Crispim, que saiu sentindo dores na coxa direita.

O Vasco esbarrou de novo em Julio Cesar. No início do segundo tempo, ele defendeu, em dois tempos, cobrança de falta de Rodrigo. O Náutico partiu para o ataque e quase empatou com Sassá. O chute do atacante desviou na zaga e passou perto da trave.

O Timbu chegou a pressionar o Vasco, mas não conseguiu chegar ao empate. O time ainda perdeu Cañete, que também estreava, expulso. O Vasco conseguiu segurar a vitória e entrou no G-4 da Série B.

FICHA TÉCNICA

Náutico 0x1 Vasco

Estádio: Arena Pernambuco
Árbitro: Dewson Freitas da Silva
Público: 9.417 presentes
Gol: Dakson (aos 6' do 1º T, Vasco)
Cartão amarelo: Renato Chaves, Mario Risso, Tadeu, Marinho e Sassá (Náutico) e Diogo Silva, Guiñazu, Aranda, Douglas e Kleber (Vasco)
Cartão vermelho: Cañete (Náutico)

Náutico: Julio Cesar; Rafael Cruz, Renato Chaves, Mario Risso e João Ananias; Roberto, Gilmak (Cañete), Paulinho e Tadeu (Marcos Vinícius); Marinho e Sassá. Técnico: Levi Gomes.

Vasco: Diogo Silva; Carlos César (Douglas Silva), Luan, Rodrigo e Marlon; Guiñazu, Aranda, Dakson (Jhon Cley) e Douglas; Lucas Crispim (Guilherme Biteco) e Kleber; Técnico: Adilson Batista.