Na cartilha do papai Joel Santana no Vasco, bobeou, paga 10

Técnico encanta jogadores do Vasco com seu bom humor e alivia de vez o clima na Colina

Por O Dia

Rio - O Vasco voltou a sorrir. As duas vitórias consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro e a chegada de Joel Santana trouxeram paz à Colina. O carisma do novo treinador, que já cativou o grupo, é tão grande que até mesmo as suas "broncas" arrancam boas risadas dos jogadores. Nesta quinta-feira, o comandante surpreendeu ao introduzir a política do "paga dez", um dos regulamentos de sua cartilha e que pune o atleta que errar um lance por desleixo com dez flexões na frente de todo o grupo.

Joel Santana não dá refresco no VascoDivulgação

O que era para ser um puxão de orelha, entretanto, foi encarado com descontração no segundo treino de Joel em São Januário. Ao tentar encobrir o goleiro com um chute do meio de campo durante uma atividade tática, o volante Fabrício não escapou. Apito na boca, treino parado e ordem na ponta da língua. “Paga dez”, disse o Papai.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Fabrício ainda tentou se defender alegando que Jordi estava adiantado, mas, com bom humor, rebateu: “Depois não vem querer me abraçar”. Já era tarde e o grupo riu da situação. Depois, o zagueiro Douglas Silva explicou como funciona a nova determinação do treinador.

“É uma coisa engraçada. O jogador pode errar um passe, mas depende da maneira que ele vai errar. Se errar tentando a melhor jogada, tudo bem. O problema é fazer firula. O Joel prega isso, fazer o simples, e espera isso nos jogos. Na zaga, ele pede para a gente não brincar. Por isso não pagamos flexões por enquanto”, afirmou.

Outra característica de Joel, que chama atenção e gera boas risadas no grupo, é o fato de o treinador ainda não dominar todos os nomes do elenco. Quando isso acontece, o treinador aponta para o atleta ou o chama pelo nome de sua posição no campo.

“Ele ainda não conhece o nome de todos, principalmente dos mais novos. Mas isso logo vai mudar. Joel, às vezes, chama um de fulano, outro de siclano, mas não faz por maldade e a gente entende. Ele sempre foi assim e não adianta mudá-lo”, avaliou Douglas Silva.

Joel Santana testa opções

O clima pode até estar descontraído em São Januário, mas nem tudo é brincadeira. No treino desta quinta-feira, entre aplausos e reclamações, Joel Santana mostrou serviço, cobrou bom posicionamento dos jogadores, rápida troca de passes e testou algumas formações. Pedro Ken e Thalles foram escalados nos lugares de Aranda e Kleber, que está suspenso, e começaram como titulares. Depois, entretanto, Aranda e Edmilson também foram avaliados.

Antes de a bola rolar, o comandante separou alguns minutos para gastar o "portunhol" com o goleiro Martín Silva. O jogador, que estava com a seleção do Uruguai, ficou fora dos últimos três jogos, mas está à disposição para o jogo deste sábado, contra o Atlético-GO.

Recadastramento de sócios

Quase um mês depois de anunciar que iria convocar os sócios para um recadastramento geral, visando às eleições presidenciais de novembro, a diretoria anunciou o edital para o serviço. A partir da próxima terça-feira, sócios pagantes e não pagantes, com direito a voto, deverão ir - até o dia 25 de outubro - à sede do clube, em São Januário, ou à sede da Lagoa.

Os convocados deverão comparecer com documentos para a atualização dos dados cadastrais, além de terem de tirar fotos e registrarem suas impressões digitais no documento.

A intenção da diretoria do Vasco é a de diminuir as suspeitas sobre um esquema de compra de votos batizado de "Mensalão da Colina". De olho nas eleições para presidente do clube, alguns candidatos teriam ajudado na inscrição e manutenção de milhares de sócios de olho na troca de votos.