Semana decisiva para Everton Costa

Médicos vão avaliar se atacante do Vasco poderá voltar aos campos após seis meses fora por problemas cardíacos

Por O Dia

Rio - O Vasco cumprirá o que prometeu e, na última semana de outubro, vai reavaliar a situação de Everton Costa. O jogador, parado há seis meses por causa de uma arritmia cardíaca, vive a expectativa se poderá voltar a atuar profissionalmente.

Um encontro com o coordenador do departamento médico do clube, Clóvis Munhoz, e Gustavo Gouvêa, cardiologista que o operou e acompanhou todo tratamento, está marcado para a quinta-feira e deve decidir os próximos passos do atleta: “Vamos conversar sobre o atleta e ver o resultados dos exames que ele fez. Dizer qualquer coisa a mais agora é uma grande precipitação”, afirmou Munhoz, cauteloso.

Há seis meses fora por problemas cardíacos, Éverton Costa saberá nesta semana se volta aos gramadosCarlos Moraes / Agência O Dia

Mesmo impedido de jogar, Everton tem comparecido aos jogos, ido a alguns treinos e procurado passar palavras de incentivo aos seus companheiros. Entretanto, sua situação ainda requer cuidados. Por causa da arritmia que sofreu, no dia 16 de abril, na partida contra o Resende, pela Copa do Brasil, ele precisou ser submetido a uma cirurgia para implantar no coração um desfibrilador capaz de reanimá-lo em caso de um novo mal súbito — o que não foi descartado pelos médicos. Emprestado ao Vasco até dezembro pelo Coritiba, Everton Costa marcou apenas um gol até sofrer a arritmia.

DOUGLAS SILVA NO ESTALEIRO
Com uma torção no tornozelo direito, o zagueiro Douglas Silva terá de ficar pelo menos dez dias com o pé imobilizado. A um mês do fim da Série B, a situação do jogador preocupa, pois o processo de recuperação continua após o período de imobilização.