Por pedro.logato

Paraná - O Vasco segue vivendo um momento bem complicado na Série B. Diante do Paraná, fora de casa, o clube carioca saiu atrás, conseguiu um gol de empate no fim, mas está há quatro jogos sem vencer na competição. Com o 1 a 1, o Gigante não corre risco de perder a terceira posição nesta rodada, mas já vê os rivais se aproximarem na briga por uma vaga na elite do Brasileirão. A vantagem do Cruzmaltino para o Avaí, quinto colocado, é de quatro pontos

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o ABC, no próximo sábado, às 16h20, no Maracanã. Já o Paraná joga no mesmo dia às 21 horas contra o Vila Nova, no Serra Dourada.

Vasco e Paraná ficaram no 1 a 1Divulgação

O JOGO

A partida no Durival de Britto começou bastante truncada. O Paraná tinha mais posse de bola, mas errava bastante os passes. O Vasco mais encolhido, conseguia roubar muitas bolas no meio-campo, porém, não conseguia ser objetivo na hora de concluir as jogadas.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

A partir da metade do primeiro tempo, o Paraná passou a criar mais oportunidades. Aos 26 minutos, a primeira chegada dos donos da casa. Adailton arriscou de fora da área e obrigou ao goleiro uruguaio Martin Silva a fazer uma grande defesa. Sete minutos depois, uma nova chance da equipe tricolor. Desta vez, Thiago Humberto fez jogada pela linha de fundo e bateu cruzado, a bola raspou o gol dos cariocas.

Aos 43 minutos, o Paraná teve a sua melhor oportunidade na partida. Lúcio Flávio recebeu na entrada da área, se livrou de dois defensores do Vasco e finalizou no travessão, empolgando os torcedores da equipe de Curitiba.

Kleber não teve boa atuação em CuritibaDivulgação

O Vasco voltou para a segunda etapa tentando mudar os rumos da partida. Com um posicionamento mais ofensivo, os cariocas tentaram impor o seu ritmo no começo. Porém, na primeira chance, após o intervalo, os paranaenses marcaram. Carlinhos puxou contra-ataque e serviu Adailton. O atacante cortou a zaga vascaína e finalizou sem chances de defesa para Martin Silva.

Logo após o gol, o Paraná ficou com homem a menos. Cleiton fez duas faltas em pouco espaço de tempo e recebeu dois amarelos, sendo expulso. Com um a mais, o Vasco partiu para cima dos donos da casa. Sem muita organização tática, os cariocas conseguiram empatar. Após cruzamento da esquerda por Douglas, Maxi Rodríguez deixou tudo igual aos 46 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 1 X 1 VASCO

Local: Durival Britto, em Curitiba (PR)
Data-Hora: 31/10/2014 - 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Público/renda: 3.697 pagantes/ R$101.020,00
Cartões amarelos: Cleiton, Carlinhos e Lúcio Flávio (PAR); Rodrigo, Aranda, Guiñazú, Montoya e Douglas (VAS)
Cartões vermelhos: Cleiton

GOLS: Adaílton (9'/1ºT) e Maxi Rodríguez (46'/2ºT)

PARANÁ: Paraná: Marcos, Chiquinho, Cleiton, Alef e Yan; Edson Sitta (Marcos Serrato, 42'/2ºT), Ricardinho, Carlinhos (Jean, 14'2ºT) e Lúcio Flávio; Thiago Humberto (Leandro Vilela, 36'/2ºT) e Adaílton - Técnico: Ricardinho

VASCO: Vasco: Martin Silva, Carlos César (Lorran, 21'/1ºT), Luan, Rodrigo e Diego Renan; Aranda (Montoya, 32'/2ºT), Guiñazú, Pedro Ken (Thalles, 12'/2ºT) e Douglas; Maxi Rodríguez e Kléber - Técnico: Joel Santana.

Você pode gostar