Por pedro.logato

Rio - Após pouco mais de seis meses de tensão, finalmente o alívio chegou para Everton Costa. Em entrevista coletiva concedida no CT do CFZ, o diretor de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, afirmou que o atacante vai poder retornar ao futebol, depois de se submeter a um procedimento cirúrgio para corrigir um problema cardíaco descoberto, após o jogador desmaiar no confronto em Vasco e Resende, ocorrido em abril pela Copa do Brasil.

Éverton Costa está de volta ao futebolCarlos Moraes / Agência O Dia

"O corpo médico vai passar como vai ser o procedimento para o retorno dele aos treinamentos. O doutor Clovis Munoz, chefe do departamento, e o doutor Gustavo Gouvea, que acompanha o atleta, vão explicar como vai ser o cronograma, a programação para o mês de novembro", disse o dirigente.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

No dia 16 de abril, o jogador passou mal antes do intervalo do confronto do Cruzmaltino contra a equipe do Sul Fluminense. Após deixar São Januário, o atleta ficou internado em um hospital próximo ao estádio. Diagnosticado com uma arritmia cardíaca - causada por uma miocardite (processo inflamatório do músculo cardíaco), o jogador passou por um procedimento cirúrgico (um desfibrilador foi implantado no coração de Everton), em junho, dois meses depois do ocorrido. Os médicos deixaram claro que seria preciso esperar seis meses do fato inicial para decidir se o jogador teria condições de voltar a atuar profissionalmente. A data foi completada no último dia 16 de outubro.

Contratado em janeiro pelo Vasco, Everton pertence ao Coritiba e está emprestado ao clube até dezembro de 2014. Aos 28 anos, o atacante tem 10 jogos e um gol marcado com a camisa vascaína.

Você pode gostar