Por jessica.rocha
Publicado 04/11/2014 17:00 | Atualizado 04/11/2014 17:08

Rio - Mesmo liberado para praticiar exercícios leves, o atacante Everton Costa segue com seu futuro incerto. Nesta terça-feira, o cardiologista Gustavo Gouvêa comentou a evolução do jogador, mas afirmou que a previsão de volta aos gramados ainda não está definida. Há cerca de seis meses sem jogar, devido a uma arritmia cardíaca, o atleta segue em tratamento e seu caso está sendo acompanhado com cuidado pelo Vasco.

Éverton Costa segue sem previsão de volta aos gramadosCarlos Moraes / Agência O Dia

"Todos estão familiarizados com o que aconteceu com o Everton. Neste momento, não está liberado para voltar a jogar futebol. Nesses seis meses teve ótima evolução, não teve arritmia, ficou sem sintomas e se sentiu normal nesses seis meses. Ele tem um desfibrilador que monitora o ritmo cardíaco, com isso temos certeza de que não teve arritmia, isso fez com que o liberássemos para fazer atividade física leve, junto com a fisiologia do Vasco, com Clóvis (Munhoz) e comigo. Como vai se comportar com atividade física leve, dentro da academia, do departamento de fisiologia do Vasco, com esforço leve. Ao longo dos dias e das semanas, vai ser avaliado e vai aumentar de acordo como ele se comportar. Isso seria assim mesmo que não tivesse nada no coração, ele perdeu condicionamento aeróbico, muscular, vai fazer retorno leve e vai ser monitorado. Se se comportar muito bem e mostrar que pode ir aumentando, vamos fazendo isso com toda segurança", afirmou o cardiologista Gustavo Gouvêa.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco 

Everton Costa passou mal no jogo contra o Resende, em abril, pela Copa do Brasil. O atacante desmaiou em campo devido a uma arritmia cardíaca. Ele precisou passar por uma operação. Desde então, continua em recuperação e tenta voltar aos gramados.



Você pode gostar