De virada, Vasco derrota o Vila Nova e fica a um empate de retornar à Série A

Clube carioca pode confirmar acesso contra o Icasa no Maraca

Por O Dia

Rio - O Vasco deu um passo importantíssimo nesta terça-feira para retornar para a Série A. Diante do Vila Nova, os cariocas venceram por 3 a 1 e estão a um empate de garantir a volta para a elite do futebol brasileiro.

A festa vascaína pode acontecer em casa. Na próxima rodada, o clube carioca enfrenta o Icasa, no sábado, às 16h20, no Maracanã. Faltam dois jogos para o fim da Série B. Além do clube cearense, os cariocas enfrentam o Avaí, na Ressacada, no próximo dia 29.

Vasco teve dificuldades contra o VilaErnesto Carriço

O JOGO

A partida em São Januário começou dando a entender que seria bastante simples para o Vasco. Com posse de bola e aproveitando a fragilidade do Vila Nova, os cariocas iniciaram uma pressão desde o começo do jogo. A primeira chance aconteceu aos 17 minutos. Maxi Rodríguez cobrou falta e Rafael Silva cabeceou e bola passou perto do gol dos goianos.

FOTOGALERIA: Vasco sofre mas vence o Vila em São Januário

Porém, na primeira chance que os visitantes tiveram, conseguiram abrir o placar. Após escanteio, a zaga do Vasco não cortou, Rodrigo tentou afastar, mas chutou a bola em cima de Dimba, que rebateu para o fundo das redes do Vasco.

Atrás do placar, a equipe vascaína passou a errar muito, dando chances para os goianos atacarem. Em dois contra-ataques, o Vila quase ampliou, sorte dos cariocas, que os visitantes erraram as finalizações e, em ambas, a bola parou no goleiro Martin Silva.

Eurico observa a partida das sociaisErnesto Carriço

O Vasco não se encontrava, mas conseguiu o empate, após uma falha grotesca da zaga do Vila Nova. Christiano saiu jogando errado, Guiñazu recuperou a bola e tocou para Carlos César, que finalizou e empatou o jogo em São Januário.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

No segundo tempo, os donos da casa conseguiram um gol logo no começo. Aos seis minutos, Maxi Rodríguez cobrou falta e Douglas cabeceou, virando o confronto em São Januário, deixando os cruzmaltinos mais tranquilos na partida.

Com a vantagem, o Gigante passou a controlar mais o jogo e a criar chances. Aos 15 minutos, Thalles recebeu passe em condição legal, mas finalizou em cima do goleiro Cléber Alves, que salvou o Vila. O Vasco seguia criando oportunidades, mas não conseguia marcar. No fim, Jhon Cley finalizou com perfeição de fora da área e fechou o resultado positivo para os cariocas.


FICHA TÉCNICA
VASCO 3 X 1 VILA NOVA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Público e Renda: 8.398 pagantes / R$ 172.440,00
Árbitro: Antônio Denival de Morais (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Cartões amarelos: Rodrigo e Douglas (VAS); Gustavo, Radamés, Felipe Macena, Lucas Sotero e Gabriel (VIL)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Dimba (19'/1ºT) (0-1), Carlos César (37/1ºT) (1-1), Douglas (9’/2ºT) (2-1) e Jhon Cley (44’/2ºT)

VASCO: Martin Silva, Carlos César, Luan, Rodrigo e Lorran; Guiñazú, Fabrício, Maxi Rodríguez e Douglas (Jhon Cley - 29'/2ºT); Rafael Silva (Thalles - intervalo) e Kléber (Edmilson- 37'/2ºT) - Técnico: Joel Santana.

VILA NOVA: Cleber, Wanderson, Gustavo, Gabriel e Christiano; Leonardo, Radamés, Léo Rodrigues (Felipe Macena - 25'/2ºT) e Nenê Bonilha (Lucas Sotero - 25'/2ºT); Paulinho (Gustavinho 33’/2º T) e Dimba - Técnico: Wladimir Araújo