Nei deseja superar afastamento e conquistar espaço no Vasco em 2015

Lateral-direito ficou toda a temporada de 2014 afastado, mas deve ser aproveitado no ano que vem

Por O Dia

Rio - Afastado toda a temporada do Vasco em 2014, junto com o volante Sandro Silva, o lateral-direito Nei recebeu um sinal verde da diretoria cruzmaltina e deverá receber nova oportunidade na próxima temporada da equipe. O jogador afirmou estar superado e ressaltou que esse será um novo começo no clube carioca.

Nei quer superar afastamento no elenco em 2014Divulgação

"Houve superação, mais uma vez. Passamos momentos turbulentos, momentos que acabaram me deixando triste e chateado, mas é hora de renascer e reviver o que a gente ama, que é jogar futebol, fiquei o ano passado inteiro afastado dos gramados, mas estou preparado para voltar agora e trazer o Nei que todo mundo conheceu na época de Internacional e Atlético-PR e se Deus quiser ajudar o Vasco", afirmou à Super Rádio Brasil.

Nei revelou que usará o ano de 2014 como motivação para conquistar seu espaço no elenco: “Eu não posso ser hipócrita e dizer que vou esquecer tudo o que passou, não esqueço não, e foram muitas coisas. Eu, o Michel Alves e o Sandro Silva fomos afastados, praticamente isolados do resto do grupo, e eu uso isso como motivação e para provar para todo mundo que não estou para aposentar, posso ajudar muito, não só o Vasco, mas ajudar no futebol ainda. Toda vez que eu for treinar e jogar vou lembrar de tudo o que sofri esse ano, tudo isso vai me trazer força para jogar".

O lateral ressaltou que levará essa fase como aprendizado em sua carreira e contou o que mais o incomodou nesse tempo afastado do restante do elenco.

"Quando eu recebi a notícia de que fui afastado eu fiquei chateado, e fiquei porque a ideia que eu sempre tive de um jogador afastado é o que não quer trabalhar ou não se dá bem com o grupo e eu sou totalmente oposto disso, sou um cara que trabalha muito, que visa o grupo e pensa em ajudar o treinador. Isso me deixou chateado, não poder treinar, amo treinar e a partir do momento que chegou o treinador em 2013 eu não joguei mais, não entrei mais em campo nenhuma vez, perdi um ano e meio da minha carreira, aliás, perder não, você aprende tudo na vida, tudo o que você passa você tira algo de aprendizado. Aprendi muita coisa com isso, e volto fortalecido e melhorando", finalizou.