Por edsel.britto

Rio - O rendimento no torneio amistoso em Manaus agradou, mas as derrotas para Flamengo e São Paulo já ligaram o sinal de alerta no Vasco. Por isso, ao contrário do que fez durante a pré-temporada em Pinheiral, o técnico Doriva tem buscado privacidade para trabalhar. Ontem, pela terceira vez na semana, ele fechou os portões para a imprensa e manteve o mistério sobre o que foi realizado em campo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Hoje o procedimento será o mesmo: treino fechado. Tanto cuidado tem uma justificativa. Doriva ainda está em dúvida sobre a escalação da equipe e avalia as melhores opções. Ao longo da semana, o treinador fez alguns testes na lateral direita e no meio de campo. No entanto, do time que atuou em Manaus, apenas o volante Sandro Silva deve ficar fora da estreia no Carioca, amanhã, contra a Cabofriense.

Doriva faz mistério e não define qual será o time titular contra a Cabofriense no próximo domingoDivulgação

Apresentado domingo, Serginho atuou entre os titulares e agradou a comissão técnica. O Vasco deve entrar em campo com Martín Silva, Jean Patrick, Luan, Rodrigo e Christiano; Serginho, Lucas, Bernardo, Montoya e Marcinho; Rafael Silva. Madson e Nei disputam a vaga do improvisado Jean Patrick na lateral: “Essa dúvida eu prefiro manter”, disse Doriva, ao ser perguntado sobre o time titular.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

O treinador, porém, está confiante e acredita que o time já tem condições de fazer uma boa estreia no Carioca: "Estou confiante no trabalho que fizemos, pois tivemos uma resposta positiva da preparação. Apesar das derrotas em Manaus, vi um bom retorno. Sabemos que as equipes pequenas começam a preparação antes e a parte física pode ser o diferencial." O treino contou com uma boa presença de sócios do Vasco. Os torcedores apoiaram e incentivaram o grupo.

Você pode gostar