Após um ano afastado, Nei volta a jogar pelo Vasco e destaca 'vitória pessoal'

Lateral-direito teve o nome gritado pela torcida vascaína

Por O Dia

Rio - Nei ficou afastado por mais de um ano. Após 473 dias, ele voltou a fazer um jogo oficial. O lateral-direito ajudou o Vasco, nesta quinta-feira, a vencer o Macaé por 3 a 0, em São Januário. Num misto de desabafo e alegria, Nei destacou a "vitória pessoal".

Nei tenta dar volta por cima no VascoDivulgação

"É difícil falar... Um ano parado. É difícil. Só eu, minha família e minha esposa sabemos o que aguentei e o que tive de trabalhar. Foi bom, aprendi a valorizar mais as vitórias. O certo sempre vai prevalecer. Apesar do tempo parado, nunca deixei de treinar. Depois de um ano e pouco sem uma partida oficial, conseguir jogar uma partida inteira é uma vitória pessoal. Mais uma vez estou provando para mim mesmo que sou um vencedor. É preciso crescer, não se pode desistir nunca", declarou.

LEIA MAIS: Vasco capricha na bola parada e bate o Macaé em São Januário

No retorno, Nei ganhou elogios e teve seu nome gritado pela torcida, algo bem diferente do que experimentava há mais de um ano.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Foi injusto o que foi feito comigo. Sou um ser humano. É difícil falar. Por dentro, tenho sentimentos como todo mundo. Fico feliz pela torcida. Só tenho a agradecer por terem gritado o meu nome. A minha última partida foi de vaias. Toda a minha passagem quase foi de vaias. O torcedor, às vezes, age por emoção e não sabe o que acontece. É ruim, pela minha carreira, pelas minhas conquistas. É chato. Mas aí vem a vitória, a torcida gritando o meu nome... Não tem preço. Só tenho a agradecer. O Vasco só vem crescendo. Tem tudo para fazer um bom ano. Foi um agradecimento. É sempre perigoso ter lesões, mas estou voltando com força total. Tenho de agradecer por tudo", encerrou.