Em jogo eletrizante, Friburguense vence o Vasco e se livra do rebaixamento

Cruzmaltino desperdiçou a chance de garantir sua vaga para semifinal e decide na próxima quarta contra o Volta Redonda

Por O Dia

Rio - Em um jogo alucinante com nove gols marcados, o Friburguense, com uma atuação heroica, venceu o Vasco por 5 a 4 neste domingo, no estádio Eduardo Guinle. Após uma primeiro tempo eletrizante, onde o Frizão terminou vencendo por 4 a 2, o fim de jogo reservou um momento especial para o goleiro Marcos, que pegou o pênalti de Gilberto, o terceiro da partida, e garantiu a vitória que livrou o Tricolor da Serra do rebaixamento no Carioca.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Jorge Luiz, duas vezes, Felipe e Sérgio Gomes marcaram para os donos da casa. Gilberto, com dois de pênalti, fez para o Vasco. Já o volante Cruzmaltino Lucas viveu uma noite atipíca. Revelado pelo Frizão, o camisa 5, agora no Gigante da Colina, fez um contra e dois a favor, completando o placar. 

Em jogo eletrizante, o Vasco foi derrotado por 5 a 4 pelo Friburguense neste domingoDivulgação

Com 30 pontos, o Vasco permanece na terceira colocação do Carioca. Na próxima quarta-feira, o Cruzmaltino recebe o Volta Redonda, em São Januário, às 22h, precisando de apenas um empate em casa para garantir sua vaga na semifinal.

Já o Friburguense chegou aos 13 pontos e se livrou de vez do risco de rebaixamento na competição. Também na quarta-feira, o Frizão apenas cumprirá tabela e terá pela frente o Boavista, às 22h, sem local definido ainda.

O JOGO

Querendo garantir sua vaga na semifinal já neste domingo, o Vasco se mandou para o ataque no início de jogo e tentou sufocar o Friburguense. Apesar da maior posse de bola, o Cruzmaltino não conseguia finalizar e apenas rondou a área do Frizão. Aos seis, John Cley recebeu passe de Julio dos Santos e finalizou para boa defesa de Marcos.

LEIA MAIS: Após derrota para o Frizão, Luan critica atuação do Vasco: 'Tudo errado'

Recuado em campo, os donos da casa foram os primeiros a criar uma boa chance. Em contra-ataque, Jefferson foi lançado nas costas da zaga sozinho, mas demorou para finalizar e chutou em cima de Martín Silva, que saiu fechando ângulo muito bem.

Apesar da boa chegada do Frizão, o Vasco manteve a tranquilidade e continuou dominando a partida. Aos 19, Bernardo achou Julio dos Santos na área e o paraguaio se jogou na dividida com a zaga do Friburguense: pênalti para o Cruzmaltino. Na cobrança, Gilberto deslocou bem o goleiro e abriu o placar no Eduardo Guinle.

O volante Lucas foi herói e vilão na derrota para o Vasco. O jogador marcou um gol contra e dois a favorDivulgação

Após o gol, o Vasco apagou em campo e permitiu a pressão do Friburguense. Na base do abafa, o Frizão chegou aos 25. Após muito bate e rebate na área, Jorge Luiz aproveitou a sobra de bola e finalizou com categoria para igualar o placar em Nova Friburgo.

Apático em campo, o Cruzmaltino não esboçou reação e os donos da casa aproveitaram. Aos 28, o experiente Sérgio Gomes subiu sozinho no meio da zaga e na dividida com Lucas, o volante do Vasco empurrou a bola para o gol e marcou contra para o Friburguense.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Somente aos 34 o Vasco voltou a levar perigo no ataque. Gilberto aproveitou a sobra de bola, dominou, invadiu a área e finalizou com perigo ao gol do Frizão. Mas o ataque do Cruzmaltino foi apenas esporádico e o Friburguense continuava chegando com facilidade. Aos 39, em novo escanteio cobrado na área, Sérgio Gomes dessa vez desviou e deixou o seu ampliando para os donos da casa.

Mas o Vasco não se abateu e foi pra cima em busca do empate. Aos 41, Yago cruzou para área, a bola bateu no braço de Cadão e o árbitro marcou mais uma vez pênalti para o Cruzmaltino. Gilberto cobrou da mesma forma do primeiro e fez o segundo para o Gigante da Colina.

Gilberto também foi de herói a vilão na partida. O atacante fez dois de pênalti e errou um nos acréscimosDivulgação

O jogo em Nova Friburgo era eletrizante com os dois times buscando o gol o tempo todo. Já nos acréscimos, aos 46, Sérgio Gomes apareceu mais uma vez bem no ataque e lançou Jorge Luiz nas costas da zaga. O camisa 10 do Frizão dominou, driblou Martín Silva e ampliou mais uma vez para o Friburguense: 4 a 2

Mesmo após a parada do intervalo, a partida voltou com o mesmo ritmo alucinante do primeiro tempo. Melhor organizado em campo, o Friburguense continuou atacando tentando ampliar ainda mais o placar. Mas quem chegou com perigo mesmo foi o Vasco. Aos 8, Bernardo cobrou falta na área e Lucas, para se redimir, desviou para marcar o terceiro do Cruzmaltino.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Carioca

O gol empolgou a equipe de Doriva, que se lançou ao ataque buscando o empate. Por conta do campo encharcado com a chuva, o Vasco explorava as bolas levantadas na área para tentar marcar. Recuado em campo, o Friburguense parou de chegar ao ataque e não levava perigo. A única chance do Frizão foi aos 18, com Caíque, que chegou driblando e finalizou rente a trave de Martín Silva.

O jogo caiu de qualidade e intensidade na reta final. Aos 30, Serginho protagonizou um lance bizarro. Após bate e rebate na área do Vasco, a bola sobrou para o volante, que tentou afastar, mas acabou chutando em cima de Felipe, do Friburguense, e a bola acabou entrando: 5 a 3 para o Frizão.

LEIA MAIS: Volante Lucas vive noite de herói e vilão contra o seu ex-clube

Na base da pressão, o Vasco tentou ainda esboçar alguma reação e partiu em busca do empate. Aos 40, após bate e rebate de Gilberto e a zaga do Friburguense, a bola sobrou para Lucas empurrar para o gol e marcar o seu terceiro gol na partida, o segundo a favor do Cruzmaltino. Jogo voltou a ficar eletrizante em Nova Friburgo.

O quarto gol animou o Vasco que partiu de vez para o abafa no fim do jogo. Em dois lances seguidos, o zagueiro Luan e o volante Julio dos Santos apareceram livres na área, mas cabecearam para fora. Aos 44, após bate e rebate na área, o volante Damião e cortou a bola com a mão: terceiro pênalti para o Cruzmaltino na partida. Na cobrança, Gilberto bateu no canto direito, mas Marcos voou e fez ótima defesa garantido a vitória do Frizão em jogo alucinante.

FICHA TÉCNICA

FRIBURGUENSE 5x4 VASCO

Estádio: Eduardo Guinle
Árbitro: Leonardo G. Cavaleiro
Gols: Gilberto (Vasco, aos 19' do 1ºT e aos 42' do 1ºT), Jorge Luiz (Friburguense, aos 25' do 1ºT e aos 46' do 1ºT), Lucas (Gol contra, Friburguense, aos 28' do 1ºT), Sérgio Gomes (Friburguense, aos 39' do 1ºT), Lucas (Vasco, aos 8' do 2ºT, aos 40' do 2ºT), Felipe (Friburguense, aos 30' do 2ºT)
Cartões Amarelos: João Victor, Cadão, Sérgio Gomes (Friburguense) e Julio dos Santos, Christiano, Gilberto (Vasco)
Cartões Vermelhos:

FRIBURGUENSE: Marcos, Sérgio Gomes (Damião, aos 20' do 2ºT), Cadão, Pierre e Flavinho; Bidu, João Victor (Felipe, aos 26' do 2ºT), Léo (Zé Vitor, aos 20' do 2ºT) e Jorge Luiz; Jefferson e Caíque. Técnico: Gérson Andreotti.

VASCO: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo (Anderson Salles, aos 26' do 1ºT) e Christiano; Serginho, Lucas, Julio dos Santos e John Cley (Yago, aos 36' do 1ºT); Bernardo (Matheus Índio, aos 17' do 2ºT) e Gilberto. Técnico: Doriva.