Para provar que luta pelo título, Vasco enfrenta o Cuiabá pela Copa do Brasil

Equipe busca classificação para a terceira fase do torneio

Por O Dia

Rio - Na véspera do jogo de volta contra o Cuiabá, nesta quarta-feira, às 22h, em São Januário, pela segunda fase da Copa do Brasil, o presidente Eurico Miranda entrou em cena para mandar um recado aos jogadores do Vasco, especialmente a Dagoberto. Domingo, em Florianópolis, após o empate em 0 a 0 com o Figueirense, o atacante disse que não tinha nada a lamentar pelo resultado e justificou que o Vasco não está brigando mais por título algum na temporada.

Vasco enfrenta o Cuiabá pela Copa do brasilMarcelo Sadio/Vasco da Gama/Divulgação

“Eu não quero saber a opinião de quem quer que seja, mas o Vasco está disputando as duas competições, Copa do Brasil e Brasileiro, para ganhar. Não importa que digam se o Vasco vai para a zona da salsicha ou se vai disputar a zona intermediária. O Vasco entra para disputar o título e, se possível, ganhá-lo. É evidente que no futebol não há como fazer previsão antecipada, mas a nossa determinação é essa”, esbravejou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Fiel ao estilo que o consagrou como um dos dirigentes mais polêmicos do futebol brasileiro, Eurico não economizou palavras para mostrar quem está no comando do clube. “Atleta meu, profissional e dirigente não podem ter opinião, no Vasco, diferente da minha. A não ser a chamada oposição, que representa muito pouco. Ele (atleta) pode inadvertidamente se manifestar antes de mim. Mas, depois que eu manifestar a minha opinião, não pode ser diferente, ou então não trabalha mais aqui”, decretou o presidente vascaíno.

Após a coletiva, ao ser interpelado sobre Dagoberto, Eurico disparou. “Quem perguntou a ele, pergunte de novo. Antes eu não tinha falado, agora eu falei”, provocou, sem esconder a irritação.

Ao ser questionado sobre a declaração de Dagoberto e se ele receberia algum puxão de orelha, o técnico Doriva emendou. “Aqui não tem censura. Mas temos que ser inteligentes naquilo que a gente coloca para não ter uma repercussão negativa ou positiva. Então, a gente tem que ser responsável quando dá qualquer tipo de declaração”, avisou o treinador.