Eurico Miranda recrimina atitude do Grêmio e revela valor oferecido a Doriva

Presidente do Vasco condena atitude do mandatário do clube gaúcho e diz que a proposta feita ao treinador foi de R$ 300 mil

Por O Dia

Rio - Após o surgimento de uma proposta do Grêmio para tirar o técnico Doriva do Vasco, Eurico Miranda fez questão de vir a público e esclarecer a situação. Segundo o mandatário Cruzmaltino, o presidente do clube gaúcho, Romildo Bolzan Jr., fez contato direto com o treinador para fazer a proposta, sem consultar a equipe de São Januário, e considerou a atitude do dirigente desrepeitosa.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Fui surpreeendido hoje tomando conhecimento que o presidente do Grêmio de uma fotrma absolutamente desrespeitosa à insitutuição e eu como presidente, com ligações muito forte com o Grêmio. Esse senhor ligou diretamente para o técnico do Vasco, no meio de uma competição e pra formalizar uma proposta ao treinador um contrato de dois anos, garantidos, para receber R$ 300 mil reais por mês. Quando disse desrespeitosa com a intituião e comigo, não invalida o fato de isso passar a ser comum no futebol brasileiro", esbravejou Eurico.

Eurico Miranda repudiou a forma que o presidente do Grêmio abordou o técnico DorivaAndré Luiz Mello

O presidente também revelou que Doriva o procurou logo após ter sido contatado pelo Grêmio para informar a sua decisão de permanecer no Vasco. Eurico fez questão de externar seu repúdio pela atitude do mandatário do clube gaúcho e elogiou a decisão de seu treinador.

"Dizer a satisfação com a atitude do Doriva, mas o meu repudio à atitude tomada pelo presidente do Grêmio, que não está a altura daqueles que o antecederam. Ele poderia tranquilamente usar o telefone, me procurar e dizer da intenção dele. Não é procurar o profissional no meio de uma competição, fazendo essa proposta milionária, mas que não foi levada em consideração pelo treinador. Talvez ele saiba que virou um fato comum no futebol brasileiro", disse o dirigente que aproveitou para avisar que não existe multa no contrato do treinador com o Vasco.

VEJA: Doriva revela motivo da permanência no Vasco: 'Para seguir com o meu trabalho'

"Não tenho multa de contrato. Não existe. É zero. Contrato meu com o Doriva não tem multa. Quem fez o contrato fui eu. Nós assumimos compromisso um com o outro. O problema não está no mercado. Essa história de mercado é daqules que acham que não tem compromisso. Porque o treinador Doriva não foi procurado antes de começar a competição".

A chegada de Doriva ao Vasco também foi conturbada. O treinador já tinha fechado com o Botafogo-SP, mas voltou atrás, pagou a multa rescisória para poder assinar com o Vasco. Questionado sobre essa questão em comparação com a atitude do Grêmio, Eurico diferenciou a situação e disse que o treinador nem havia sido apresentado ao elenco do clube de Ribeirão Preto.

"Situação bem diferente. O que eu falo é que as pessoas tem de ter informação. O caso com o Doriva, ele sequer tinha sido apresentado ao elenco do Botafogo-SP. Não tinha nada comparado a você buscar um profgissional no meio de um competição. A relação com essa do Botafogo-SP, uma relação normal. Se ele queria ou não. Com todo respeito, há uma diferença muito grande. Ele veio ao Vasco com uma multa contratual paga, sem ele ter trabalhado um dia no clube. E outra, não foi proposta milionária. Não gosto de dizer o quanto ganha, mas todo mundo sabe por volta de quanto ele ganha, que é muito inferior a proposta que foi feita", explicou.