Por fabio.klotz

Rio - Desistir não passa pela cabeça de Doriva. A pressão é cada vez maior no Vasco, que amargou a quarta derrota seguida no Campeonato Brasileiro, neste sábado, em São Januário, para o Cruzeiro. O técnico descarta jogar a toalha e acredita que pode tirar o time desta situação.

Vasco de Doriva ainda não venceu no BrasileiroAndré Mourão / Agência O Dia

"Não conversei com a diretoria depois da partida, nem é o momento adequado para falar desta situação, mas, da mesma maneira que eu estava prestigiado, continuo pensando desta forma. Confio no meu trabalho. Lógico que temos de levantar o astral destes atletas. Entramos nesta situação e temos condições de sair. Nunca fui de desistir de nada na minha vida. É uma marca do meu caráter. Vou fazer o meu trabalho enquanto puder com muita dignidade", disse.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

O técnico analisou a derrota para o Cruzeiro e prega calma para o Vasco sair desta situação - é o penúltimo colocado do Brasileiro, com três pontos, sem ainda não ter vencido.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Infelizmente perdemos mais uma vez. No primeiro tempo tivemos bom volume de jogo, criamos ocasiões. Quando toma o gol é um balde de água fria. Voltamos no segundo tempo com uma dinâmica melhor, mas tomamos outro gol. Obviamente tivemos que nos expor para tentar o resultado e acabamos tomando o terceiro gol. É lamentável perder mais uma vez. Lutamos com dignidade, mas as coisas não aconteceram. Temos que ter calma, serenidade para sair dessa situação", analisou.

O Vasco volta a campo no sábado para enfrentar o Sport, às 16h30, na Arena Pernambuco.

Você pode gostar